Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 16/04/2018 às 20:10:00
Vereador afastado Mário Takahashi, acusado de cobrar propina para aprovação de mudanças de zoneamentos em Londrina, também consegue na justiça o direito de defender em sessão da Câmara
Rony Alves havia ganhado o direito de ir ao plenário se defender das mesmas acusações na última sexta-feira. Os parlamentares afastados lutam para que uma Comissão Processante não seja aberta contra eles.
Vereador afastado Mário Takahashi, acusado de cobrar propina para aprovação de mudanças de zoneamentos em Londrina, também consegue na justiça o direito de defender em sessão da Câmara

Na sessão da Câmara de vereadores de hoje os parlamentares vão votar se instalam uma Comissão Processante para julgar o presidente afastado da Casa, Mário Takahashi, e o vereador Rony Alves. São necessários treze votos para a instalação da CP e a presença de no mínimo treze parlamentares na sessão.

Na tarde dessa segunda-feira, Takahashi conseguiu na justiça o direito de ir à plenário se defender contra as acusações e impedir que a CP seja aberta contra ele.

De acordo com Anderson Mariano, um dos advogados de defesa de Takahashi, os 15 minutos que vão ser concedidos à defesa do vereador afastado vão ser todos usados por Mário, sem qualquer intervenção das defesas que vão o acompanhar.

Para a sessão o vereador Rony Alves, também já havia conseguido na justiça, na última sexta-feira o direito de ir a plenário e se defender da CP que pode cassar o mandato do vereador afastado.

Os vereadores Rony e Takahashi são acusados de integrarem um grupo que cobrava propina para aprovação de mudanças de zoneamentos em Londrina. Desde o final de janeiro desse ano, ambos estão cumprindo determinações restritivas da justiça entre elas uso de tornozeleira eletrônica, quando foi deflagrada a Operação ZR3 – Zona Residencial III, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado - Gaeco.

A sessão terá início as 2h da tarde de hoje.

Veja também
25/09/2018
Ocupantes do Flores do Campo vão até a prefeitura e não avançam em negociações
A proposta apresentada de dar condições de moradia a apenas uma parcela das famílias que vivem no local não agradou nem a promotoria.
25/09/2018
Curso de medicina continua sendo o mais concorrido do vestibular da UEL
São 122 candidatos concorrendo por vaga.
25/09/2018
Governadora faz rápida visita a Londrina e vistoria obras no HU
Em entrevista Cida Borghetti falou sobre o pedido de afastamento de Beto Richa da campanha e sobre o Refis para as empresas do estado que teve um pedido de explicações do Ministério Público.
25/09/2018
Sindicalista investigado pela operação Registro Espúrio diz que é inocente e que valor recebido pela federação foi autorizado pela justiça
Os R$ 2,5 milhões questionados pela Polícia Federal teriam sido, segundo ele, para pagar uma dívida da União com a Fenatracoop.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.