Londrina - AO VIVO
Manhã da Globo:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 14/02/2018 às 19:36:00
Tribunal de Justiça nega habeas corpus a ex-chefe de gabinete de Rony Alves
Evandir Duarte de Aquino é uma das 13 pessoas denunciadas pelo Ministério Público em operação que investiga mudanças de zoneamento em Londrina.
Tribunal de Justiça nega habeas corpus a ex-chefe de gabinete de Rony Alves

O desembargador José Maurício Pinto de Almeida, do Tribunal de Justiça do Paraná, indeferiu nesta quarta-feira um pedido de habeas corpus em caráter liminar de Evandir Duarte de Aquino, ex-chefe de gabinete do vereador Rony Alves, do PTB. Ele e o parlamentar foram afastados 180 dias da Câmara pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Londrina, Delcio Miranda da Rocha, por suposto envolvimento na Operação ZR-3, Zona Residencial 3, deflagrada em janeiro pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o Gaeco.

Desde então, Evandir não recebe mais salário do Legislativo. Ele os outros investigados estão sendo monitorados por tornozeleiras eletrônicas. O recurso do advogado João Maria Brandão foi impetrado no final de janeiro, mas analisado só agora. Para ele, não há fatos que mostram a participação de Aquino no suposto esquema criminoso que envolvia agentes públicos para mudanças pontuais de zoneamento em Londrina.

Contrariando a opinião de Brandão, o desembargador avaliou que há indícios de autoria. O magistrado explicou que o Gaeco colheu provas de materialidade dos crimes narrados na denúncia, já protocolada na 2ª Vara Criminal.

Conforme o despacho, as informações anônimas que influenciaram no início das investigações da ZR-3 são verídicas. Para o TJ, o possível retorno de Evandir Aquino ao cargo de assessor parlamentar poderia interferir no andamento do processo, seja pressionando testemunhas ou destruindo evidências.

A reportagem tentou contato com o advogado João Maria Brandão para comentar a decisão, mas ele estava com o celular desligado. A Justiça não deu prazo para aceitar ou não a denúncia apresentada pelos promotores na semana passada. 

Veja também
21/02/2018
Câmara quer reunião com entidades para discutir revogação de plebiscito da Sercomtel
Leis aprovadas na década de 90 e em 2009 estabelecem consulta popular para decisões que envolvam situação financeira da telefonia
21/02/2018
CMTU modifica vias do Parque Guanabara para aliviar o trânsito na Avenida Higienópolis
Os trabalhos envolvem mudança de sentido em duas ruas e proíbe conversões à esquerda de outras duas pistas.
21/02/2018
Vereadores afastados ganham mais tempo para contestar pedido de cassação na Câmara Municipal
Defesas de Mário Takahashi e Rony Alves têm até março para responder acusações de Filipe Barros, que quer revogação dos mandatos.
21/02/2018
Justiça bloqueia bens de servidor que teria superfaturado contratos da Santa Casa de Cambé
Segundo o Ministério Público, irregularidades teriam acontecido entre 2004 e 2012. Acusado tem duas semanas para apresentar defesa.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.