Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/12/2018 às 06:28:00
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos

A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores públicos da prefeitura de Bandeirantes denunciados pelo núcleo de Santo Antônio da Platina do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa - Gepatria e pela 1ª Promotoria de Justiça de Bandeirantes.

As denúncias decorrem da Operação Alecto, deflagrada no final do mês passado, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos envolvidos e na Prefeitura de Bandeirantes, além do sequestro de bens e outras medidas cautelares.

Segundo o promotor de justiça, Francisco Hernandes, o grupo de servidores, uniu-se com a finalidade de desviar valores das contas bancárias da prefeitura de Bandeirantes. Para camuflar os desvios, adulteravam os extratos bancários e fraudavam as prestações de contas.

A estimativa do MP é que entre janeiro 2017 e abril desse ano, foram desviados mais de R$ 880 mil. Há indícios de que mais recursos, além dos que já foram levantados, tenham sido desviados em outros períodos.

Os réus foram denunciados por peculato e associação criminosa.

Veja também
26/06/2019
MPF expede recomendação para que Econorte retome serviços em duas rodovias da região
Documento se baseia em decisão da Justiça Federal e multa do DER por descumprimento de cronograma.
26/06/2019
Ministério Público pede prorrogação para mais 90 dias do monitoramento eletrônico de Rony Alves
O prazo para que o vereador afastado use tornozeleira eletrônica terminou nesta quarta-feira.
26/06/2019
Avenida Soiti Taruma fica interditada a partir desta quinta-feira
Secretário de Obras diz que construção de ponte foi a melhor solução para o trânsito e as enchentes na região.
26/06/2019
Comissão das Clínicas Psiquiátricas ouve vereador e assistente social
João Martins e a filha, Greice Kelle de Souza, são citados em depoimentos prestados ao Ministério Público por funcionários e ex-funcionários das duas instituições investigadas.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.