Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/07/2018 às 19:11:00
Sema busca parceria com a UEL para combater formigas
Em fundos de vale não pode ser usado veneno e a alternativa é elaborar estratégias para erradicar os insetos.
Sema busca parceria com a UEL para combater formigas

A Secretaria Municipal do Ambiente luta para combater a proliferação de formigas em espaços públicos.

Em praças e campos podem ser utilizados formicidas que matam a rainha e acaba com o ninho.

Mas em fundos de vale, para não prejudicar ou poluir a vegetação, é preciso usar outros métodos que não seja veneno.

De acordo com o Secretário do Ambiente, Gilmar Pereira, a Universidade Estadual de Londrina – UEL foi chamada junto com outras universidades para colaborarem com um projeto de erradicação do inseto em fundos de vale. Ainda não há nada previsto, mas as equipes técnicas da SEMA devem se reunir com o departamento de biologia da UEL para conseguir alternativas.

Gilmar ressalta que as reclamações sobre a invasão dos insetos em áreas públicas é constante. Um formigueiro de um metro de altura foi combatido na região norte de Londrina.

A maior preocupação com os inseticidas é com a vegetação. Porém, pessoas alérgicas devem ficar atentas. Esse período do inverno os formigueiros se proliferam por armazenarem alimentos.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.