Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/07/2018 às 19:11:00
Sema busca parceria com a UEL para combater formigas
Em fundos de vale não pode ser usado veneno e a alternativa é elaborar estratégias para erradicar os insetos.
Sema busca parceria com a UEL para combater formigas

A Secretaria Municipal do Ambiente luta para combater a proliferação de formigas em espaços públicos.

Em praças e campos podem ser utilizados formicidas que matam a rainha e acaba com o ninho.

Mas em fundos de vale, para não prejudicar ou poluir a vegetação, é preciso usar outros métodos que não seja veneno.

De acordo com o Secretário do Ambiente, Gilmar Pereira, a Universidade Estadual de Londrina – UEL foi chamada junto com outras universidades para colaborarem com um projeto de erradicação do inseto em fundos de vale. Ainda não há nada previsto, mas as equipes técnicas da SEMA devem se reunir com o departamento de biologia da UEL para conseguir alternativas.

Gilmar ressalta que as reclamações sobre a invasão dos insetos em áreas públicas é constante. Um formigueiro de um metro de altura foi combatido na região norte de Londrina.

A maior preocupação com os inseticidas é com a vegetação. Porém, pessoas alérgicas devem ficar atentas. Esse período do inverno os formigueiros se proliferam por armazenarem alimentos.

Veja também
10/12/2018
Pesquisa mostra que paranaenses podem terminar 2018 menos endividados
E o índice de inadimplência caiu no estado no mês passado.
10/12/2018
Morador volta a cobrar rede de esgoto em bairro da região oeste de Londrina
Ele alega que as fossas enchem rapidamente porque não podem ser tão profundas, no local o solo é rochoso.
10/12/2018
Zona Azul cogita operar por meio de aplicativos e os pagamentos poderão ser feitos com cartão de crédito
Hoje o usuário das vagas de estacionamento em diversos pontos de Londrina pode pagar somente em dinheiro e por hora.
10/12/2018
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.