Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/07/2018 às 18:17:00
Reclamações contra agências bancárias são quase que diárias em Londrina
Maioria absoluta das denúncias diz respeito à demora para o atendimento nos caixas, que, segundo o Procon, chega a três horas em alguns casos.
Reclamações contra agências bancárias são quase que diárias em Londrina

O fechamento de uma agência bancária no centro de Londrina por três dias é apenas a ponta do iceberg de um problema que, segundo o Procon, tem se tornado cada vez mais generalizado. O órgão de fiscalização não soube informar quantas reclamações já foram registradas contra bancos neste ano, apesar de garantir que o número é bem expressivo. Quase todos os dias consumidores procuram o núcleo pra se queixar, principalmente, da demora para o atendimento nos caixas presenciais. Segundo o coordenador do Procon em Londrina, Gustavo Richa, em alguns casos essa espera chega a três horas, sendo que o tempo máximo previsto em lei é de 15 minutos.

Desde o ano passado, o Procon tem trabalhado pra diminuir essas reclamações, fiscalizando as agências e, quando necessário, aplicando multas e interdições. Três locais já foram lacrados pela atual diretoria. Resultado das denúncias recebidas da população.

O Procon atende na rua Mato Grosso, número 299, no centro, das nove da manhã às cinco horas da tarde. O telefone para denúncias e mais informações é o 153.

Veja também
22/03/2019
Juiz paranaense que participou da Reforma Trabalhista ministra palestra em Londrina
Com o tema “Nova Lei Trabalhista na Prática – O dia a dia e os diferenciais competitivos”, MarlosMelek fez um balanço de como vem sendo aplicada a nova legislação trabalhista.
21/03/2019
Guarda Municipal recebe viaturas novas, mas continua com quase um terço dos carros sem circular por falta de manutenção
Secretário de Defesa Social afirma que situação é causada por um problema no contrato com a empresa que cuida da manutenção dos veículos da Prefeitura.
21/03/2019
Sindicato dos Servidores Municipais envia parecer à Câmara e faz diversas críticas ao projeto de Lei da Caapsml
Marcelo Urbaneja diz que aumento de alíquota é punição ao servidor e afirma que proposta vai trazer uma enxurrada de ações trabalhistas contra a Prefeitura.
21/03/2019
Depois de questionamento do Ministério Público de aditivo em contrato do transporte coletivo de Rolândia, prefeito esclarece que está dentro da lei
A atual empresa que presta serviços à prefeitura tem contrato também com o transporte escolar.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.