Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 08/08/2018 às 19:00:00
PSOL deve pedir impugnação de candidatura de Beto Richa ao Senado por ser condenado em segunda instância
O ex-governador do Paraná teve a condenação mantida pelo Tribunal de Justiça do Paraná por ter usado dinheiro público para uma estadia de dois dias em Paris, na França, durante uma viagem oficial, em 2015.
PSOL deve pedir impugnação de candidatura de Beto Richa ao Senado por ser condenado em segunda instância

O Tribunal de Justiça do Paraná, manteve a condenação do ex-governador Beto Richa, do PSDB, e de Fernanda Richa, que determina a devolução de dinheiro público usado para uma estadia de dois dias em Paris, na França, durante uma viagem oficial, em 2015.

A condenação em 2ª instância, fez com que representantes do PSOL cogitem um pedido de impugnação da candidatura de Richa ao Senado.

De acordo com o presidente estadual do PSOL, Leandro Dias, o pedido só será feito depois que a candidatura de Richa for oficialmente realizada na Justiça Eleitoral.

O valor total do ressarcimento aos cofres públicos deve ser definido no momento da execução da sentença.

Em nota a defesa do ex-governador Beto Richa disse que entende que a decisão é equivocada e que entrará com o recurso após a publicação do acórdão, para que seja reestabelecida a justiça neste caso. Reafirma também seu posicionamento em função de o ex-governador ter restituído voluntariamente as sobras de diárias ao final da missão internacional. Reitera ainda que os valores ressarcidos foram superiores aos utilizados na parada em Paris.

Portanto, não é correta a informação de que houve reconhecimento de ato de improbidade, não havendo que se falar na inelegibilidade de Carlos Alberto Richa.

Veja também
01/11/2019
Período da Piracema começa nesta sexta-feira
Durante quatro meses, é proibido pescar nos rios do Paraná.
01/11/2019
PM cumpre ordem de reintegração de posse da fazenda Palheta em Alvorada do Sul
Os integrantes do MST ocupavam a área desde 2010.
31/10/2019
Garoto de 15 anos suspeito de ter matado a própria mãe e depois tentado matar o padrasto a facadas diz não se lembrar do que fez
Ele foi pego pela polícia perto da escola e na mochila foram encontradas a possível arma do crime e uma máscara de “Dia das Bruxas”.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.