Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 08/10/2019 às 19:26:00
Projeto da UEL é semifinalista em Prêmio Internacional de Segurança Cibernética
Pesquisadores do Departamento de Ciência da Computação embarcam na semana que vem para Abu Dhabi. Premiação para o projeto ganhador é de US$ 1,5 milhão.
Projeto da UEL é semifinalista em Prêmio Internacional de Segurança Cibernética

Foram selecionadas para esta segunda etapa do Prêmio de Pesquisa em Segurança Cibernética somente 15 ideias inovadoras de todo o mundo. O projeto desenvolvido no Laboratório REMID, do Departamento de Ciência da Computação da UEL, tem como proposta incorporar a cibersegurança ao programa de Eficiência Energética da universidade, que envolve uma Usina Fotovoltaica, um Biodigestor e 40 sensores acoplados aos transformadores de energia espalhados pelo Campus.

Os pesquisadores Sylvio Barbon Junior e Bruno Zarpelão embarcam no próximo dia 14 para Abu Dhabi, para fazer uma apresentação oral, a segunda etapa do processo de seleção. O resultado final sai em maio de 2020 e vai premiar o vencedor com um investimento de U$S 1,5 milhão no projeto selecionado.

Sylvio Barbon explica que o trabalho de pesquisa tem como proposta medir a "saúde" da rede elétrica da UEL, buscando alternativas para gerir problemas, como quedas e adulterações no consumo de energia.  O pesquisador diz o resultado final esperado para o trabalho é a economia de recursos. Ele afirma ainda que, apesar de acreditarem, e muito, no projeto, a seleção veio acompanhada de certa surpresa, por conta do tamanho do evento. 

Caso a proposta da UEL seja selecionada nesta etapa, passa para a final com outros cinco projetos e os pesquisadores terão que ampliar o trabalho e incorporar, por exemplo, um cronograma de atividades e até orçamentos. O resultado final sai em maio do ano que vem.

Se levarem o prêmio, que no câmbio atual passa dos R$ 6 milhões, Sylvio Barbon afirma que o dinheiro será usado para equipar laboratórios, pagar bolsistas e estagiários e comprar equipamentos para a graduação e para o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Universidade. O prêmio será repassado por um período de três anos, em parcelas de US$ 500 mil anuais.

O professor diz que mesmo que não vençam a premiação, a pesquisa continua, apesar das dificuldades. O Prêmio de Pesquisa em Segurança Cibernética é uma iniciativa internacional que reúne Universidades e empresas dos Emirados Árabes, para reconhecer pesquisas relacionadas à segurança cibernética, cidades inteligentes e inteligência artificial.

Veja também
01/11/2019
Período da Piracema começa nesta sexta-feira
Durante quatro meses, é proibido pescar nos rios do Paraná.
01/11/2019
PM cumpre ordem de reintegração de posse da fazenda Palheta em Alvorada do Sul
Os integrantes do MST ocupavam a área desde 2010.
31/10/2019
Garoto de 15 anos suspeito de ter matado a própria mãe e depois tentado matar o padrasto a facadas diz não se lembrar do que fez
Ele foi pego pela polícia perto da escola e na mochila foram encontradas a possível arma do crime e uma máscara de “Dia das Bruxas”.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.