Londrina - AO VIVO
A Hora é Agora:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 12/02/2018 às 17:05:00
Procon quer implantar programa de renegociação de multas
Empresas inadimplentes terão descontos e ainda poderão parcelar dívidas.

O coordenador do Procon, Gustavo Richa, pretende repetir a fórmula da Secretaria Municipal de Fazenda e tornar realidade uma iniciativa semelhante ao Profis para renegociação de multas aplicadas pelo órgão de fiscalização. A ideia ainda tramita internamente na prefeitura, sendo que atualmente está sob análise da Secretaria de Governo. 

Com o programa, empresas inadimplentes poderiam parcelar as dívidas e ainda ganhariam descontos na regularização. As infrações giram em torno de R$ 500 milhões, mas o valor demora a ser depositado por questões judiciais.

Richa observou que as multas impostas não se limitam a apenas um segmento comercial. Ele também explicou qual é o critério adotado para identificação das irregularidades.

O coordenador do Procon ainda espera a deliberação interna do projeto, que logo depois será enviado à Câmara. Se tudo transcorrer sem imprevistos, a expectativa é que o Profis seja implantado até o mês que vem. Em caso de boa adesão, ele não descarta a possibilidade de repetir o programa para 2019.

Veja também
20/04/2018
Comissão Processante que vai investigar Takahashi e Rony Alves é instalada na Câmara de Vereadores
Segundo presidente da CP, vereadores afastados devem ser notificados do início dos trabalhos da Comissão já na próxima semana.
20/04/2018
Pedido de emissão de Certificado Internacional de Vacinação agora precisa ser agendado pela internet
Antes a procura era espontânea, o que sobrecarregava a secretaria de saúde.
19/04/2018
Diretor do Hospital Zona Norte promete melhorias em infraestrutura do Hospital ainda nesse semestre, mas admite problemas de superlotação por ser unidade pública
Tomógrafo parado desde o ano passado terá funcionário contratado para operar o equipamento no mês que vem.
19/04/2018
Observatório de Gestão Pública questiona valores de serviços previstos na pavimentação da estrada de Guairacá
Outro ponto levantado pelos técnicos do Observatório é a inclusão da drenagem, que elevou o preço da obra em cerca de R$ 1,3 milhão.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.