Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/02/2018 às 17:05:00
Procon quer implantar programa de renegociação de multas
Empresas inadimplentes terão descontos e ainda poderão parcelar dívidas.

O coordenador do Procon, Gustavo Richa, pretende repetir a fórmula da Secretaria Municipal de Fazenda e tornar realidade uma iniciativa semelhante ao Profis para renegociação de multas aplicadas pelo órgão de fiscalização. A ideia ainda tramita internamente na prefeitura, sendo que atualmente está sob análise da Secretaria de Governo. 

Com o programa, empresas inadimplentes poderiam parcelar as dívidas e ainda ganhariam descontos na regularização. As infrações giram em torno de R$ 500 milhões, mas o valor demora a ser depositado por questões judiciais.

Richa observou que as multas impostas não se limitam a apenas um segmento comercial. Ele também explicou qual é o critério adotado para identificação das irregularidades.

O coordenador do Procon ainda espera a deliberação interna do projeto, que logo depois será enviado à Câmara. Se tudo transcorrer sem imprevistos, a expectativa é que o Profis seja implantado até o mês que vem. Em caso de boa adesão, ele não descarta a possibilidade de repetir o programa para 2019.

Veja também
10/12/2018
Pesquisa mostra que paranaenses podem terminar 2018 menos endividados
E o índice de inadimplência caiu no estado no mês passado.
10/12/2018
Morador volta a cobrar rede de esgoto em bairro da região oeste de Londrina
Ele alega que as fossas enchem rapidamente porque não podem ser tão profundas, no local o solo é rochoso.
10/12/2018
Zona Azul cogita operar por meio de aplicativos e os pagamentos poderão ser feitos com cartão de crédito
Hoje o usuário das vagas de estacionamento em diversos pontos de Londrina pode pagar somente em dinheiro e por hora.
10/12/2018
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.