Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 29/10/2019 às 19:12:00
Prefeitura deve lançar licitação para ampliar galerias pluviais do Perobal até o fim do ano
Com temporal de segunda-feira, rede de captação da chuva da região, uma das mais afetadas da cidade, não conseguiu escoar toda a água. Problema, segundo a Secretaria de Obras, é antigo e serviço deve custar pouco mais de R$ 2 milhões.
Prefeitura deve lançar licitação para ampliar galerias pluviais do Perobal até o fim do ano

Apesar da chuva forte que caiu sobre a cidade nas últimas 48 horas, os danos, de forma geral, não foram muito grandes. A ocorrência mais grave foi registrada na rua Tadao Ohira, no jardim Perobal, na zona sul da cidade, próximo ao fundo de vale do córrego Cristal. O problema não é novidade na região, diz o secretário Municipal de Obras, João Verçosa.

Com a grande quantidade de chuva que caiu em pouco tempo, o secretário diz que a rede de captação não suportou o volume de água. A enxurrada acabou derrubando um muro e invadindo uma casa, que estava desocupada. Em outros trechos da região, um loteamento com mais de 30 anos numa área íngreme, segundo Verçosa, as galerias nem existem e a enxurrada corre pela rua mesmo. O secretário diz que, além disso, a área, cada vez mais habitada, sofre também com o fato das casas muito próximas, com pouca área verde e muito concreto.

Para resolver de vez o problema, uma prioridade da atual gestão, segundo João Verçosa, serão necessários R$ 2,1 milhões. De acordo com o secretário, os projetos para ampliar a rede de captação de água da chuva da região já estão prontos e a licitação deve ser feita até o fim do ano.

A obra deve ser iniciada no início de 2020, segundo João Verçosa. Além dessa ocorrência na zona sul, o secretário diz que nenhuma pasta repassou demandas. Foi registrado apenas um princípio de alagamento em uma escola municipal, na parte mais baixa do Jardim União da Vitória, outro problema que também é antigo e que, de acordo com o secretário, vem recebendo soluções pontuais ao longo dos últimos anos.

De acordo com Verçosa, duas obras da prefeitura, a de duplicação da avenida Faria Lima e da Aminthas de Barros, tiveram parte da terra que estava sendo movimentada pelas máquinas carregada pela chuva, mas as construtoras já fizeram a limpeza do local.

Veja também
01/11/2019
Período da Piracema começa nesta sexta-feira
Durante quatro meses, é proibido pescar nos rios do Paraná.
01/11/2019
PM cumpre ordem de reintegração de posse da fazenda Palheta em Alvorada do Sul
Os integrantes do MST ocupavam a área desde 2010.
31/10/2019
Garoto de 15 anos suspeito de ter matado a própria mãe e depois tentado matar o padrasto a facadas diz não se lembrar do que fez
Ele foi pego pela polícia perto da escola e na mochila foram encontradas a possível arma do crime e uma máscara de “Dia das Bruxas”.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.