Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 15/05/2018 às 15:54:00
Prefeitura conta com novos auditores fiscais e um engenheiro civil para dar mais agilidade aos processos de desmembramento de condomínios em Londrina
A medida faz parte do Plano de Ações da secretaria de fazenda, que quer dar mais transparência à cobrança do IPTU.

Cinco novos auditores fiscais já estão trabalhando. Mais três devem assumir até o final do mês, junto com um engenheiro civil avaliador. Eles irão compor a equipe da Secretaria Municipal de Fazenda e vão trabalhar especificamente nos cadastros imobiliários de Londrina. O secretário João Carlos Perez destaca esta é uma das medidas previstas no Plano de Ação para dar mais agilidade aos levantamentos e transparência na cobrança dos impostos municipais.

A diretoria de gestão de cadastro e informações, que atua diretamente nas questões relacionadas ao IPTU já conseguiu identificar 71 condomínios de Londrina sem desmembramento. Desses, 13 já foram desmembrados, o que gerou 1349 unidades. Seis ainda estão em processo de análise e outros 18 já foram notificados.

Essa força tarefa começou depois de identificados erros na cobrança do IPTU no condomínio do prefeito Marcelo Belinati, na zona sul de Londrina. O caso foi parar no Ministério Público, que exigiu mudanças. Entre elas, um maior rigor na cobrança e mais transparência.

Veja também
17/07/2018
Sem chuva há mais de um mês, Londrina entra em estado de atenção por conta da baixa umidade relativa do ar
Índice está bem abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Com tempo seco, cuidado com a saúde precisa ser redobrado.
17/07/2018
Após divulgação de conversa, advogados de defesa da Comissão Processante da ZR3 pedem investigação contra vereador Filipe Barros
Mensagens mostram que assessor do parlamentar sabia que Rony Alves e Mário Takahashi iriam ser alvos de operação do Ministério Público meses antes de caso vir à tona.
17/07/2018
Mudanças na Lei Estadual de Inovação podem ajudar Londrina a se tornar grande polo de tecnologia
Cidade é a principal do estado na criação de startups, que, depois das alterações, terão mais meios pra captação de recursos e investimentos.
16/07/2018
Ação Civil Pública quer retorno da educação integral para crianças de quatro anos da rede municipal
Ministério Público argumenta que mudança foi um retrocesso, já que retirou direitos já garantidos à população.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.