Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 23/04/2019 às 19:45:00
Prefeitura ainda terá que abrir processo licitatório fechar a cratera no conjunto Neymann Sahyun
A intenção no início do ano era contratar emergencialmente uma empresa para tapar o buraco, mas a obra é maior do que o esperado e será preciso licitar.
Prefeitura ainda terá que abrir processo licitatório fechar a cratera no conjunto Neymann Sahyun

A cratera aberta pela chuva na rua Edmundo Gonçalves, em frente ao número 60 – no conjunto Neymann Sahyun, ainda está sem data definida para ser fechada.

Depois de uma análise técnica da prefeitura de Londrina, o problema é maior do que o esperado e o custo da obra mais alto.

No início desse ano a expectativa era fazer uma contratação emergencial para fechar a cratera.

De acordo com o Secretário de Obras, João Verçosa, o custo estimado é superior a R$ 300 mil e será necessário abrir um processo licitatório para contratação da empresa. 

O local continua interditado e sinalizado.

A expectativa é que o tramite de uma licitação para a obra seja entre 60 e 120 dias.  

A rota do transporte coletivo ainda está sendo feita de forma alternativa.

Veja também
25/05/2019
Audiência Pública para discutir novo edital do transporte coletivo de Londrina tem baixa participação popular
Diretor de Transporte da CMTU diz que tarifa prevista no primeiro certame, não vale mais e que preço da passagem deve ficar próximo do atual, R$ 4,25.
24/05/2019
Mãe de Eduarda fala sobre a morte da filha e divulga arquivos da família, a garota de 11 anos foi estrangulada e assassinada, o pai é suspeito de cometer o crime
A ação ocorreu há um mês, o corpo da menina foi encontrado enterrado e amarrado nos fundos de uma propriedade do pai.
24/05/2019
Fim da obra na avenida Faria Lima fica para setembro
A empresa alegou dificuldade para terminar o serviço por conta da chuva e pediu um aditivo de mais quatro meses.
24/05/2019
ACIL afirma que vai recorrer da decisão que a obriga devolver R$ 500 mil para a prefeitura de Londrina
A entidade foi condenada pela justiça no caso da campanha LondriNatal de 1999.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.