Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 06/11/2018 às 18:45:00
Polícia Militar dá orientações de segurança aos motoristas de aplicativos caso sejam abordados ou desconfiem de assaltos
Na última semana um motorista de Uber tentou fugir de um assalto e foi baleado.
Polícia Militar dá orientações de segurança aos motoristas de aplicativos caso sejam abordados ou desconfiem de assaltos

Motoristas de aplicativos estão trabalhando com medo, na última semana uma tentativa de assalto deixou um motorista de Uber ferido, ele foi baleado depois de tentar fugir dos assaltantes.

Na noite da última quinta-feira, Ronaldo Kato, de 43 anos, foi baleado no abdômen após uma tentativa de assalto em Ibiporã, a chamada pelo aplicativo Uber foi feita em Londrina.

De acordo com o porta voz da Polícia Militar, Emerson Castro, os motoristas devem ter cautela caso suspeitem de um assalto. A principal orientação é nunca reagir ou tentar fugir.

O motorista baleado na última quinta-feira ainda está internado no HU, em estado estável depois de ficar gravemente ferido e passar por uma cirurgia.

Durante o assalto quatro pessoas deram voz de assalto, mas apenas o menor de idade foi capturado pela polícia.

Veja também
22/03/2019
Juiz paranaense que participou da Reforma Trabalhista ministra palestra em Londrina
Com o tema “Nova Lei Trabalhista na Prática – O dia a dia e os diferenciais competitivos”, MarlosMelek fez um balanço de como vem sendo aplicada a nova legislação trabalhista.
21/03/2019
Guarda Municipal recebe viaturas novas, mas continua com quase um terço dos carros sem circular por falta de manutenção
Secretário de Defesa Social afirma que situação é causada por um problema no contrato com a empresa que cuida da manutenção dos veículos da Prefeitura.
21/03/2019
Sindicato dos Servidores Municipais envia parecer à Câmara e faz diversas críticas ao projeto de Lei da Caapsml
Marcelo Urbaneja diz que aumento de alíquota é punição ao servidor e afirma que proposta vai trazer uma enxurrada de ações trabalhistas contra a Prefeitura.
21/03/2019
Depois de questionamento do Ministério Público de aditivo em contrato do transporte coletivo de Rolândia, prefeito esclarece que está dentro da lei
A atual empresa que presta serviços à prefeitura tem contrato também com o transporte escolar.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.