Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 16/04/2018 às 14:49:00
Participante de licitação entra com recurso e atrasa contratação de empresa que vai revitalizar as marginais da PR 445
A revitalização é importante porque, durante a duplicação, o trânsito foi desviado e houve desgaste nas vias de acesso a rodovia.
Participante de licitação entra com recurso e atrasa contratação de empresa que vai revitalizar as marginais da PR 445

Publicada em fevereiro, a licitação para contratar a empresa que vai revitalizar os 13km de marginais e ruas de acesso a PR 445 em Londrina e Cambé está parada. O superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Sérgio Servatici explica que a 2ª colocada no certame apresentou recurso contra a ganhadora. Os envelopes foram abertos no dia 8 de março. Agora, o proceso aguarda análise da Comissão de Licitação para voltar a tramitar.

A revitalização é importante porque, durante a duplicação da PR-445, o trânsito foi desviado e houve desgaste nas marginais. Por isso, foi necessário um projeto para a melhoria dessas vias e das ruas de acesso à rodovia com recape asfáltico, reperfilagem, reparos, melhoria do sistema de drenagem, revitalização da sinalização e faixas elevadas.

Depois de assinada a ordem de serviço, o prazo para a execução dos trabalhos será de 90 dias. Os trabalhos estão orçados em quase R$ 4 milhões.

Veja também
25/09/2018
Ocupantes do Flores do Campo vão até a prefeitura e não avançam em negociações
A proposta apresentada de dar condições de moradia a apenas uma parcela das famílias que vivem no local não agradou nem a promotoria.
25/09/2018
Curso de medicina continua sendo o mais concorrido do vestibular da UEL
São 122 candidatos concorrendo por vaga.
25/09/2018
Governadora faz rápida visita a Londrina e vistoria obras no HU
Em entrevista Cida Borghetti falou sobre o pedido de afastamento de Beto Richa da campanha e sobre o Refis para as empresas do estado que teve um pedido de explicações do Ministério Público.
25/09/2018
Sindicalista investigado pela operação Registro Espúrio diz que é inocente e que valor recebido pela federação foi autorizado pela justiça
Os R$ 2,5 milhões questionados pela Polícia Federal teriam sido, segundo ele, para pagar uma dívida da União com a Fenatracoop.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.