Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 03/12/2018 às 19:30:00
Novo sistema de atendimento para consultas particulares começa a operar na cidade por meio da Associação Médica de Londrina
A intenção é que pessoas que não tem plano de saúde e não podem esperar pelo SUS paguem particular com valores bem reduzidos.
Novo sistema de atendimento para consultas particulares começa a operar na cidade por meio da Associação Médica de Londrina

A Associação Médica de Londrina – AML agora conta com o Sistema Nacional de Atendimento Médico – Sinam.

O sistema já está em operação no Paraná há 20 anos pela Associação Médica do Paraná – AMP, em Londrina passou a operar no final do mês passado.

A intenção é oferecer atendimento particular com consultas cobradas bem abaixo dos valores convencionais.

De acordo com a presidente da AML, Beatriz Tamura, pessoas que não tem plano de saúde, mas não podem ou não querem esperar pelo atendimento do Sistema Único de Saúde – SUS, podem conseguir a consultas a valores mais acessíveis.

Os interessados podem acessar o site do Sinam e fazer o cadastro.

O titular pode incluir descentes e ascendentes ao sistema. As consultas ficam abaixo do valor de mercado,  R$ 150, a taxa administrativa é anual no valor de R$ 140.

Outras informações pelo endereço eletrônico www.sinam.com.br .

Veja também
17/06/2019
Pronto Atendimento Infantil deve mudar para o antigo Hospital Ortopédico em julho
A mudança vai ocorrer para a reconstrução da unidade que está sem condições de uso, até ratos foram flagrados no local.
17/06/2019
Trecho da PR-445 será interditado para detonação de rocha na terça-feira
A pista que dá acesso ao Distrito Warta será bloqueada a partir da 1h da tarde até às 6h da noite.
17/06/2019
Decreto é publicado e Corpo de Bombeiros já pode utilizar recursos do Funrebom
Repasse de R$ 1,5 milhão foi autorizado no fim de maio com aprovação de projeto pela Câmara de Vereadores.
17/06/2019
E teve mais um “Dia D” de vacinação contra a gripe no sábado. Dessa vez sem filas, nem reclamação
Secretário de Saúde afirma que aumento do número de servidores e infraestrutura da Super Creche agilizaram mutirão.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.