Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/07/2018 às 16:44:00
Nova doença afeta lavouras de milho no Paraná
A estria bacteriana até então não era conhecida no Brasil.
Nova doença afeta lavouras de milho no Paraná

Uma doença, que até pouco tempo era desconhecida no Brasil, está afetando as lavouras de milho das regiões norte, centro-oeste e oeste do Paraná.

A ocorrência foi confirmada pelo Instituto Agronômico do Paraná – Iapar, a denominada estria bacteriana, pode reduzir pela metade o rendimento de grãos em híbridos de milho altamente suscetíveis.

De acordo com o pesquisador do Iapar, Adriano de Paiva Custódio, existem técnicas para identificar a doença nas plantações, que podem ser vistas a olho nu.

Ainda de acordo com Adriano, não tem nada de emergencial que possa ser feito caso seja constatada a doença nas plantações. O que é preciso fazer é acompanhar as técnicas que estão sendo estudadas pelo Iapar e divulgadas no site do instituto.

A estria bacteriana foi registrada pela primeira vez na África do Sul em 1949.

Profissionais ligados à cadeia produtiva do cereal são convidados para debater a nova doença em uma reunião técnica nesta quinta-feira, a 1h da tarde, na sede do Iapar. O evento é degraça e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail eventos@iapar.com.br.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.