Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/07/2018 às 16:44:00
Nova doença afeta lavouras de milho no Paraná
A estria bacteriana até então não era conhecida no Brasil.
Nova doença afeta lavouras de milho no Paraná

Uma doença, que até pouco tempo era desconhecida no Brasil, está afetando as lavouras de milho das regiões norte, centro-oeste e oeste do Paraná.

A ocorrência foi confirmada pelo Instituto Agronômico do Paraná – Iapar, a denominada estria bacteriana, pode reduzir pela metade o rendimento de grãos em híbridos de milho altamente suscetíveis.

De acordo com o pesquisador do Iapar, Adriano de Paiva Custódio, existem técnicas para identificar a doença nas plantações, que podem ser vistas a olho nu.

Ainda de acordo com Adriano, não tem nada de emergencial que possa ser feito caso seja constatada a doença nas plantações. O que é preciso fazer é acompanhar as técnicas que estão sendo estudadas pelo Iapar e divulgadas no site do instituto.

A estria bacteriana foi registrada pela primeira vez na África do Sul em 1949.

Profissionais ligados à cadeia produtiva do cereal são convidados para debater a nova doença em uma reunião técnica nesta quinta-feira, a 1h da tarde, na sede do Iapar. O evento é degraça e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail eventos@iapar.com.br.

Veja também
10/12/2018
Pesquisa mostra que paranaenses podem terminar 2018 menos endividados
E o índice de inadimplência caiu no estado no mês passado.
10/12/2018
Morador volta a cobrar rede de esgoto em bairro da região oeste de Londrina
Ele alega que as fossas enchem rapidamente porque não podem ser tão profundas, no local o solo é rochoso.
10/12/2018
Zona Azul cogita operar por meio de aplicativos e os pagamentos poderão ser feitos com cartão de crédito
Hoje o usuário das vagas de estacionamento em diversos pontos de Londrina pode pagar somente em dinheiro e por hora.
10/12/2018
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.