Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 15/01/2018 às 05:25:00
Municípios paranaenses vão receber cota extra do ICMS
Os recursos vêm em boa hora principalmente para as prefeituras de pequeno porte com menor arrecadação.
Municípios paranaenses vão receber cota extra do ICMS

O Governo do Estado anunciou que vai liberar dia 30 desse mês o repasse extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS.

Oficialmente não foi divulgado quanto que cada município vai receber, mas no ano passado foram mais R$ 430 milhões da cota extra.

Apesar de não ser oficial nossa reportagem teve acesso a alguns possíveis números que deverão ser repassados a cidades da região.

Em Cambé há possibilidade de que o repasse passe de R$ 999 mil.

Em Londrina R$ 3,2 milhões. São Jorge do Ivaí, que é o prefeito André Bovo, R$ 152,5 mil. E em Tamarana o repasse deverá ser de R$ 178 mil.

De acordo com o prefeito de Tamarana, Beto Siena, o recurso vai ser usado para pavimentação asfáltica.

Beto Siena ressaltou que esse recurso não era esperado nesse ano, mas que veio em boa hora.

De acordo com o presidente da AMUSEP – Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense e prefeito de São Jorge do Ivaí, Andre Luiz Bovo, os municípios de pequeno porte necessitam dessa ajuda, já que muitos serviços e demandas de competência do governo do estado foram transferidos para as administrações municipais. 

Veja também
10/12/2018
Pesquisa mostra que paranaenses podem terminar 2018 menos endividados
E o índice de inadimplência caiu no estado no mês passado.
10/12/2018
Morador volta a cobrar rede de esgoto em bairro da região oeste de Londrina
Ele alega que as fossas enchem rapidamente porque não podem ser tão profundas, no local o solo é rochoso.
10/12/2018
Zona Azul cogita operar por meio de aplicativos e os pagamentos poderão ser feitos com cartão de crédito
Hoje o usuário das vagas de estacionamento em diversos pontos de Londrina pode pagar somente em dinheiro e por hora.
10/12/2018
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.