Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/03/2018 às 05:18:00
Município aguarda autorização da justiça para republicar edital do viaduto das avenidas 10 de dezembro e Leste Oeste
O processo está parado desde que o Tribunal de Justiça suspendeu o edital no começo do ano.

O novo edital para contratar a empresa que vai fazer o viaduto da avenida 10 de Dezembro com avenida Leste Oeste (na rotatória da Rodoviária) ainda não foi relançado, como o previsto pela prefeitura. Segundo o secretário de gestão pública de Londrina, Fábio Cavazotti apesar da importância do projeto, a falta de um parecer da procuradoria jurídica do município está impedindo a republicação.

O secretário lembra que o edital foi publicado em novembro do ano passado e uma das empresas participantes do certame pediu a impugnação da licitação, alegando falhas na descrição do serviço. A prefeitura não aceitou o pedido e o caso foi parar na justiça, que decidiu pela suspensão do processo, por entender que a prefeitura não cumpriu o prazo de resposta a participante da disputa. O município recorreu ao Tribunal de Justiça, mas a decisão permaneceu negativa. Diante disso, a prefeitura comunicou à justiça que vai desistir da briga judicial e vai republicar o edital. Mas, o juiz ainda não aceitou a proposta.

A empresa vencedora irá executar os projetos de drenagem, terraplanagem, pavimentação, recuperação de taludes e obras de contenção, entre outros. Também ficará responsável por realizar a transferência do Monumento ao Viajante, para uma das laterais da rotatória, próximo ao Terminal Rodoviário. O edital está avaliado em R$ 21 milhões. O prazo para conclusão da obra será de 15 meses, após assinatura da ordem de serviço.

Veja também
22/03/2019
Juiz paranaense que participou da Reforma Trabalhista ministra palestra em Londrina
Com o tema “Nova Lei Trabalhista na Prática – O dia a dia e os diferenciais competitivos”, MarlosMelek fez um balanço de como vem sendo aplicada a nova legislação trabalhista.
21/03/2019
Guarda Municipal recebe viaturas novas, mas continua com quase um terço dos carros sem circular por falta de manutenção
Secretário de Defesa Social afirma que situação é causada por um problema no contrato com a empresa que cuida da manutenção dos veículos da Prefeitura.
21/03/2019
Sindicato dos Servidores Municipais envia parecer à Câmara e faz diversas críticas ao projeto de Lei da Caapsml
Marcelo Urbaneja diz que aumento de alíquota é punição ao servidor e afirma que proposta vai trazer uma enxurrada de ações trabalhistas contra a Prefeitura.
21/03/2019
Depois de questionamento do Ministério Público de aditivo em contrato do transporte coletivo de Rolândia, prefeito esclarece que está dentro da lei
A atual empresa que presta serviços à prefeitura tem contrato também com o transporte escolar.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.