Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/10/2017 às 16:30:00
Ministério Público recomenda que os diretores da Cohab e CMTU sejam trocados
A medida segue a Lei das Estatais, que torna as contratações mais rígidas em órgãos públicos.
Ministério Público recomenda que os diretores da Cohab e CMTU sejam trocados

A promotora do Patrimônio Público, Sandra Koch recomendou a troca de diretores da CMTU e da Cohab. O documento foi enviado à prefeitura de Londrina, que tem 30 dias para apresentar ao Ministério Público uma cópia do procedimento utilizado para a nomeação dos diretores e dos membros do Conselho Administrativo. Além disso, a promotoria deu um prazo de 10 dias para que seja criado um comitê estatutário.
A promotora não quis gravar entrevista. No documento, ela alega que a medida visa mais rigor na escolha dos diretores das autarquias, como prevê a Lei das Estatais, que exige a comprovação da experiência profissional, a qualificação técnica e ausência de vedações nas indicações. A recomendação destaca ainda que os diretores e presidentes que estão em desacordo com a lei federal devem deixar os cargos.

A mesma recomendação foi feita na semana passada para o então presidente da Sercomtel Telecomunicação, Luiz Carlos Adati, que deixou o cargo nesta segunda-feira.

A promotora escreveu ainda que as diretrizes valem para as próximas nomeações, que precisam ser aprovadas antes pelo comitê estatutário. E se o município não cumprir as recomendações, o MP pode entrar com medidas judiciais contra ele.

A procuradoria geral do município, por meio de nota, informou que vai cumprir a orientação do MP. Segundo a prefeitura, este problema se originou porque a administração anterior não regulamentou a lei federal em 180 dias como previa a própria lei. E que a atual administração não vê qualquer problema em atender a recomendação em estabelecer o comitê estatutário na CMTU e na COHAB. Os comitês irão então fazer uma análise conforme a lei.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.