Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 15/08/2019 às 17:42:00
Ministério Público propõe ação contra construtora por problemas em 11 prédios da cidade
Além da correção dos defeitos e das indenizações, promotoria pede ainda à Justiça que empresa tenha atividades suspensas e seja impedida, caso não faça os reparos, de vender novos imóveis em Londrina.
Ministério Público propõe ação contra construtora por problemas em 11 prédios da cidade

De acordo com o Ministério Público, os imóveis de 11 empreendimentos de uma construtora da cidade apresentaram defeitos causados por irregularidades na construção e no projeto. Segundo o processo, os problemas deixariam os imóveis impróprios para uso ou reduziriam seu valor. Além disso, o Ministério Público aponta defeitos que podem afetar a saúde e a segurança de quem mora no imóvel.

A ação civil pública é conduzida pela 7ª Promotoria de Justiça, responsável pelos casos na área de defesa do consumidor. De acordo com o MP, o Código de Defesa do Consumidor determina que os problemas detectados devem ser corrigidos pela empresa, que é responsável pela solidez e segurança dos imóveis. No processo, a Promotoria relata ainda casos de atraso na entrega dos imóveis e cláusulas abusivas nos contratos.

Ainda segundo o Ministério Público, as irregularidades “prejudicam as condições de utilização, segurança e habitabilidade” dos empreendimentos.

O MP ressalta ainda na ação que os defeitos “tendem a piorar com o passar do tempo, por degradarem cada vez mais os elementos construtivos das edificações, o que acaba ocasionando o surgimento de outras anomalias”.

O Ministério Público pediu que a construtora seja condenada a indenizar os consumidores, corrigir os problemas detectados e pagar indenização por dano moral coletivo. Os promotores pedem ainda que a empresa tenha as atividades suspensas e seja impedida de vender novos empreendimentos em Londrina caso não faça os reparos necessários.

O processo está na 7ª Vara Cível de Londrina. O promotor Miguel Sogaiar, responsável pela ação, não quis gravar entrevista e disse que vai aguardar o despacho do juiz para se manifestar.

Veja também
16/09/2019
Princípio de tumulto em delegacia de Ibiporã faz delegado manter alerta
No fim do mês passado mais de 40 detentos conseguiram fugir. A cadeia está hoje com 160 presos e tem capacidade para apenas 35.
16/09/2019
Operação conjunta faz pente fino em empresas de aviação agrícola do Norte Pioneiro
Foram vistoriados pátios de descontaminação, oficinas e até pistas de pouso e decolagem. Dos 20 aviões fiscalizados, 12 tiveram as atividades suspensas, 3 foram interditados e 1 foi apreendido.
16/09/2019
Professores aprovados em concurso querem saber se serão convocados para trabalhar nas cinco creches do Município que estão sendo construídas
Com promessa de entrega das unidades agora no segundo semestre e funcionamento já a partir de 2020, eles dizem que falta de informações vem trazendo insegurança para os profissionais.
16/09/2019
Proposta que altera marco regulatório do saneamento básico no país é discutido em reunião pública na OAB
Especialista diz que principal mudança em discussão no projeto de Lei é o estímulo à privatização do setor.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.