Londrina - AO VIVO
A Hora é Agora:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 26/06/2019 às 18:24:00
Ministério Público pede prorrogação para mais 90 dias do monitoramento eletrônico de Rony Alves
O prazo para que o vereador afastado use tornozeleira eletrônica terminou nesta quarta-feira.
Ministério Público pede prorrogação para mais 90 dias do monitoramento eletrônico de Rony Alves

Há pouco mais de dois meses a Justiça acatou parcialmente o pedido do Ministério Público em manter o vereador afastado Rony Alves com tornozeleira eletrônica.

O pedido era de 180 dias, mas a Justiça determinou 45 dias, o pedido havia sido feito pelo MP bem antes do prazo de monitoramento expirar.

Um novo prazo foi solicitado pelo MP, de mais 90 dias de monitoramento.

O prazo expirou, nesta quarta-feira, mas o vereador ainda permanece com a tornozeleira até nova decisão da Justiça, que pode sair nas próximas horas.

De acordo com o promotor do Ministério Público, Leandro Antunes, ressalta que o pedido é justamente para impedir que o parlamentar afastado tente de alguma forma ter contato com outros investigados da operação.

Ainda de acordo com Antunes, a cautelar é mais preventiva para preservar toda a investigação. O Tribunal de Justiça, segundo ele, já havia deixado em aberto a possibilidade de nova prorrogação do monitoramento. 

Rony Alves está afastado das funções públicas desde o início do ano passado, quando foi deflagrada a Operação ZR3. A investigação do Ministério Público apura um suposto esquema de corrupção que cobrava propina de empresário para aprovação de mudanças no zoneamento urbano do município.

De acordo com o advogado Maurício Carneiro, que representa Rony Alves, um pedido de retirada da tornozeleira já foi solicitado.

Veja também
16/10/2019
Sanepar promete analisar todos os casos de denuncias no Procon sobre problemas nas faturas
Uma reunião na manhã da última quarta-feira estipulou um prazo de 30 dias para que as mais de 90 denuncias sejam atendidas pela Companhia de Saneamento.
16/10/2019
Em visita a Londrina governador diz que não pode interferir no valor dos pedágios até 2021
A região de Londrina tem um dos pedágios mais caros do estado.
16/10/2019
Ratinho Júnior participa da abertura do Lidere 2019
Evento promovido pela ACIL reúne aqui em Londrina, até esta quinta-feira, palestrantes de todo o país e mais de mil empresários da região.
16/10/2019
Governador defende a aprovação e economicidade com o fim da licença prêmio dos servidores
A lei foi aprovada em dois turnos na Alep na última terça-feira e será votado o texto final na próxima segunda-feira, depois vai para sanção do governador.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.