Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/07/2018 às 18:18:00
“Lei do nu artístico” é sancionada em Londrina
O Projeto de Lei surgiu depois de uma apresentação artística envolver um homem nu em espaço em 2017 no Lago Igapó e altera repasses de recursos do Promic.
“Lei do nu artístico” é sancionada em Londrina

Foi sancionada em Londrina a “Lei do nu artístico”.

A apresentação polêmica do Festival de Dança de Londrina em outubro de 2017 fez com que um Projeto de Lei fosse criado e agora aprovado e sancionado, tudo por causa do episódio. A Polícia Militar foi acionada durante a apresentação do artista curitibano Maikon K, no Lago Igapó.

O artista ficou nu dentro de uma bolha de sete metros, no espetáculo DNA de Dan, o corpo dele é coberto por uma substância translúcida. No decorrer da apresentação o gel gruda no corpo dele e, depois, começa a descamar. No último ato, quem quiser, pode ainda ingressar na bolha.

Após esse episódio o vereador Filipe Barros, do PSL, buscou informações sobre o patrocínio do espetáculo que contava com recursos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura – Promic. Desde então, começou uma discussão sobre o tema. E como autor do Projeto de Lei conseguiu alterar o repasse de recursos do Promic.

A lei consiste em três fatores: fica vedada a liberação de recursos públicos para condenados ou que tenha cometido algum tipo de crime contra o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA; os espetáculos devem ter uma placa indicativa com a idade permitida ao público; e a terceira é que espetáculos com público acima de 18 anos sejam em locais fechados.

Ainda de acordo com Filipe Barros, cabe à própria sociedade fiscalizar e denunciar se constatarem as infrações contidas na lei.

De acordo com a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Luiza Nascimento Braga, o CMC é contrário à Lei que no entendimento do Conselho não contempla os anseios da sociedade como era esperado. E que a lei municipal se coloca acima da leis federais.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.