Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/02/2018 às 17:05:00
Justiça arquiva inquérito de homem que morreu ao invadir plantão de delegacia em Londrina
O vigilante Rogério Teixeira, de 46 anos, morreu após ser baleado por um policial civil.

A juíza da 1ª Vara Criminal de Londrina, Elisabeth Kather, determinou o arquivamento do inquérito que apurava a morte do vigilante Rogério Teixeira, 46 anos, em julho do ano passado quando ele invadiu o plantão da sede da 10ª Subdivisão Policial. Segundo as investigações, ele quebrou a porta de vidro da delegacia, na avenida Leste Oeste. A ação foi flagrada por uma câmera de segurança.

Um investigador estava trabalhando quando a proteção foi arrombada. Para a Justiça, ele agiu em legítima defesa ao atirar contra o invasor. Na época, o delegado-chefe da Polícia Civil, Osmir Ferreira Neves, disse que o servidor chegou a atirar nas paredes para conter o homem, que não teria se assustado.

Ele efetuou um novo disparo contra Teixeira, que ainda teria perseguido o policial pelas dependências da delegacia. Baleado, ele foi ao chão por causa do ferimento e morreu pouco depois. O Instituto de Criminalística teria encontrado uma porção de cocaína em um dos bolsos da vítima.

Em depoimento, a mãe do vigilante observou que o filho sofria de transtornos mentais. Em nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Paraná informou que o investigador ainda é alvo de um processo disciplinar. Depois do caso, ele foi afastado, mas já retorno ao trabalho. 

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.