Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/09/2018 às 19:03:00
IPEM encontra irregularidades em 14 dos 24 postos de combustíveis fiscalizados até agora
Em apenas um dos estabelecimentos foi detectada a chamada bomba baixa. Operação do Instituto segue até o fim do mês nos postos aqui da região.
IPEM encontra irregularidades em 14 dos 24 postos de combustíveis fiscalizados até agora

A operação tem como objetivo principal fiscalizar a chamada "bomba baixa". Quando os postos entregam uma quantidade menor de combustível do que a indicada na bomba. Desde o início da fiscalização, na segunda-feira da semana passada, 24 postos foram visitados pelo IPEM e o Instituto encontrou irregularidades em 14 deles, entre elas pequenos vazamentos e outros problemas menos graves, em que não cabe a multa.

O gerente regional do IPEM em Londrina, Marcelo Trawtein, afirma que em apenas um dos postos visitados foi detectada a chamada bomba baixa. Na verdade, o problema ocorria em quase todos os equipamentos do estabelecimento.

O IPEM retorna aos postos dez dias depois da primeira fiscalização, para checar se o problema foi corrigido. Segundo Marcelo Trawtein, as multas são aplicadas por bomba com irregularidade e o valor de cada uma delas é fixado de acordo com alguns critérios, como, por exemplo, o tamanho da empresa e a reincidência.

Além de lesarem os consumidores, Marcelo Trawtein ressalta que os fraudadores também prejudicam a concorrência. De acordo com o gerente regional do IPEM, a fiscalização continua até o fim do mês e vai seguir visitando postos de Londrina e de alguns municípios vizinhos.

Veja também
17/01/2019
Entidades comemoram redução de taxas do Detran e dizem que valores altos cobrados no Paraná impactavam nas vendas do setor
O chamado Registro Eletrônico de Financiamento de Veículos custava R$ 350 aqui no estado, enquanto em São Paulo o valor cobrado no ano passado era de pouco mais de R$ 116.
17/01/2019
Presidente da Sercomtel afirma que não há garantia de aporte de recursos pela Copel
Cláudio Tedeschi diz que possibilidade mais concreta é de um repasse da Prefeitura, de cerca de R$ 30 milhões, como pagamento de uma dívida com a operadora. Plano de Recuperação da empresa, segundo presidente, segue sujeito a alterações.
17/01/2019
Comissão Processante notifica Justiça sobre “sumiço” do prefeito de Rolândia e pede para que ele seja preso
Na avaliação da CP, Luiz Francisconi estaria fora da cidade há mais de oito dias e, assim, teria descumprido medidas cautelares estabelecidas em ação criminal. Prefeito, que está afastado das funções, é investigado por suposta participação em esquema de c
17/01/2019
Sanepar vai fazer estudo hidráulico pra evitar com que tubulações voltem a se romper no centro de Londrina
Trabalhos de prevenção são reflexo de acidente que deixou 25 mil imóveis da região sem água na quarta-feira. Sistema também deve receber uma proteção, de acordo com a companhia.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.