Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 12/07/2018 às 19:13:00
Indústria de couro desativada atingida por incêndio pode responder por crime ambiental
Sema e IAP abriram um processo para averiguar responsabilidades da empresa, já falida, na ocorrência, que, além do possível dano ao meio ambiente, incomodou os moradores da zona sul de Londrina.
Indústria de couro desativada atingida por incêndio pode responder por crime ambiental

Foram mais de 15 horas ininterruptas de combate ao incêndio, que destruiu todo o material armazenado num dos barracões da fábrica de couro desativada, localizada às margens da PR-445, na saída de Londrina para Curitiba. Três caminhões do Corpo de Bombeiros se revezaram na contenção das chamas, que consumiram toneladas de retalhos de couro já curtido. E é justamente este detalhe que preocupa os órgãos ambientais, já que, quando passa pelo processo de curtume, o material recebe cromo, um metal altamente tóxico que, por meio do incêndio, pode ter contaminado o ambiente ao redor e prejudicado a saúde dos moradores.

Secretaria Municipal do Ambiente e Instituto Ambiental do Paraná se reuniram pra levantar os possíveis danos ambientais, além de averiguar a responsabilidade da indústria, falida há dois anos. Quem explica é o secretário Gilmar Domingues Pereira.

O telefone da secretaria para denúncias e mais informações é o 3372-4758.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.