Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/01/2019 às 15:24:00
Donos de vans escolares têm até o próximo dia 31 para fazer vistoria na CMTU
Inspeção obrigatória vem pra verificaras condições de segurança dos veículos. Quem for flagrado fazendo o serviço de forma irregular pode ser multado.
Donos de vans escolares têm até o próximo dia 31 para fazer vistoria na CMTU

E vai até o próximo dia 31 de janeiro o prazo para que os donos de vans escolares façam a inspeção obrigatória de seus veículos na Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização. A vistoria ocorre duas vezes ao ano e é importante porque verifica as condições de segurança de todo o sistema de transporte escolar da cidade. O gerente de Transportes Comerciais da CMTU, José Carlos da Silva, explica que, pra fazer a inspeção, o responsável tem que ligar na companhia, no 3379-7928 ou 3379-7966, para fazer um agendamento. Depois disso, ele precisa pagar as taxas devidas e ir até a Rodoviária de Londrina, nas plataformas 29 e 30, às terças ou quintas-feiras, , para o veículo passar efetivamente pela vistoria.

Neste ano, as taxas para a realização do procedimento custam R$ 337,95, sendo R$ 269,33 para a renovação da licença, R$ 45,75 para a vistoria de fato, e R$ 22,87 para a emissão da carteira do motorista.

Entre os itens observados, estão os cintos de segurança, limpadores de para-brisa, pneus, extintores de incêndio e o sistema elétrico. O gerente da CMTU faz um alerta: se o motorista for flagrado fazendo o serviço de transporte escolar na cidade de forma irregular, ele pode ser multado. Pelo Código Brasileiro de Trânsito, a infração é de natureza grave, vale cinco pontos na carteira e multa de R$ 195,23. Já pela legislação municipal o valor da multa pode chegar aos R$ 1.067,73.

O telefone da CMTU para mais informações é o 3379-7928.

Veja também
18/03/2019
Câmara dá explicações sobre o pedido do MP em suspender sessão de julgamento dos vereadores afastados Rony Alves e Mario Takahashi
Foram feitos questionamentos ao MP sobre possíveis procedimentos adotados pela Casa. Prazo de 10 dias para anular a sessão está suspenso.
18/03/2019
Movelpar 2019 aposta no mercado externo para ampliar vendas
Em sua 12ª edição, Feira traz a Arapongas 120 indústrias expositoras e 30 importadores de 11 países. Expectativa é receber mais de 35 mil pessoas nos quatro dias.
18/03/2019
Falta do feijão altera cardápio da merenda na rede municipal Londrina
O grão está mais caro e empresa que fornece os produtos está com dificuldade de fazer a compra e a distribuição nas escolas e creches.
18/03/2019
Justiça condena viúva de José Janene em processo do Mensalão. Além dela, mais sete pessoas foram indiciadas
O ex-deputado, que morreu em 2010, foi o protagonista da primeira ação da operação Lava Jato.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.