Londrina - AO VIVO
Momento de Fé:
Padre Marcelo Rossi
Ouvir
Publicado em 11/09/2018 às 19:16:00
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização
Na Câmara de Vereadores, a notícia chegou a ser discutida em plenário e alguns parlamentares se mostraram preocupados com a decisão da Copel.
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização

Com a decisão do Conselho de Administração da Copel, o plano do prefeito Marcelo Belinati de viabilizar uma injeção de recursos da estatal de energia na Sercomtel e com isso tentar salvar a telefônica, parece ter ido por água abaixo.

O município tem o controle acionário, mas não tem dinheiro para colocar na empresa de telefonia. O balanço de 2017 da Sercomtel mostra passivos de curto prazo de mais de R$ 66 milhões. No longo prazo, a situação é ainda pior, a dívida ultrapassa R$ 160 milhões. Com impostos atrasados e ações na justiça, a dívida total da telefônica londrinense é de aproximadamente R$ 230 milhões.

A divulgação da ata do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata na cidade. Para o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Antônio Sampaio, com a possibilidade cada vez mais remota da Sercomtel receber recursos para sair da crise financeira, a única opção seria mesmo a privatização. Mas, ele defende que alguns cuidados sejam tomados para preservar, principalmente, os empregos e a sede da companhia aqui na cidade.

Na Câmara Municipal o assunto também repercutiu entre os vereadores. Na sessão desta terça-feira o tema foi levado ao Plenário da Casa pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Tominaga.

O vereador se mostrou preocupado com a situação e seus possíveis prejuízos para a cidade.  Ele afirma que ficou surpreso com a notícia e disse que ainda tem esperança de que a Copel injete recursos na Sercomtel, mas preferiu não falar em privatização nesse momento. 

O vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, vereador Felipe Prochet, afirma que já esperava pela notícia e também se disse preocupado com a proximidade do fim do prazo dado pela Anatel e a falta de uma solução para a Sercomtel.

Veja também
12/11/2018
Prefeitura encaminha à Câmara projeto de lei para simplificar licenciamento de obras
Segundo o Executivo, hoje mais de 2 mil processos de projetos estão na fila aguardando aprovação.
12/11/2018
Sema suspeita de incêndio criminoso na Fazenda Refúgio
O local estava sendo usado como depósito de galhos e troncos das árvores recolhidas depois dos temporais.
12/11/2018
Secretaria de Cultura de Londrina recebe inscrição de cinco projetos de Carnaval para 2019
No total serão disponibilizados no total até R$ 260 mil.
12/11/2018
Comissão de Infraestrutura cobra projetos de duplicação da PR-445 até Mauá da Serra
E espera até 30 de novembro os valores para os três grandes projetos das obras do Aeroporto que serão subdivididos.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.