Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/09/2018 às 19:16:00
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização
Na Câmara de Vereadores, a notícia chegou a ser discutida em plenário e alguns parlamentares se mostraram preocupados com a decisão da Copel.
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização

Com a decisão do Conselho de Administração da Copel, o plano do prefeito Marcelo Belinati de viabilizar uma injeção de recursos da estatal de energia na Sercomtel e com isso tentar salvar a telefônica, parece ter ido por água abaixo.

O município tem o controle acionário, mas não tem dinheiro para colocar na empresa de telefonia. O balanço de 2017 da Sercomtel mostra passivos de curto prazo de mais de R$ 66 milhões. No longo prazo, a situação é ainda pior, a dívida ultrapassa R$ 160 milhões. Com impostos atrasados e ações na justiça, a dívida total da telefônica londrinense é de aproximadamente R$ 230 milhões.

A divulgação da ata do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata na cidade. Para o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Antônio Sampaio, com a possibilidade cada vez mais remota da Sercomtel receber recursos para sair da crise financeira, a única opção seria mesmo a privatização. Mas, ele defende que alguns cuidados sejam tomados para preservar, principalmente, os empregos e a sede da companhia aqui na cidade.

Na Câmara Municipal o assunto também repercutiu entre os vereadores. Na sessão desta terça-feira o tema foi levado ao Plenário da Casa pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Tominaga.

O vereador se mostrou preocupado com a situação e seus possíveis prejuízos para a cidade.  Ele afirma que ficou surpreso com a notícia e disse que ainda tem esperança de que a Copel injete recursos na Sercomtel, mas preferiu não falar em privatização nesse momento. 

O vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, vereador Felipe Prochet, afirma que já esperava pela notícia e também se disse preocupado com a proximidade do fim do prazo dado pela Anatel e a falta de uma solução para a Sercomtel.

Veja também
26/06/2019
MPF expede recomendação para que Econorte retome serviços em duas rodovias da região
Documento se baseia em decisão da Justiça Federal e multa do DER por descumprimento de cronograma.
26/06/2019
Ministério Público pede prorrogação para mais 90 dias do monitoramento eletrônico de Rony Alves
O prazo para que o vereador afastado use tornozeleira eletrônica terminou nesta quarta-feira.
26/06/2019
Avenida Soiti Taruma fica interditada a partir desta quinta-feira
Secretário de Obras diz que construção de ponte foi a melhor solução para o trânsito e as enchentes na região.
26/06/2019
Comissão das Clínicas Psiquiátricas ouve vereador e assistente social
João Martins e a filha, Greice Kelle de Souza, são citados em depoimentos prestados ao Ministério Público por funcionários e ex-funcionários das duas instituições investigadas.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.