Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/09/2018 às 19:16:00
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização
Na Câmara de Vereadores, a notícia chegou a ser discutida em plenário e alguns parlamentares se mostraram preocupados com a decisão da Copel.
Decisão do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata. Presidente da Sociedade Rural aposta em privatização

Com a decisão do Conselho de Administração da Copel, o plano do prefeito Marcelo Belinati de viabilizar uma injeção de recursos da estatal de energia na Sercomtel e com isso tentar salvar a telefônica, parece ter ido por água abaixo.

O município tem o controle acionário, mas não tem dinheiro para colocar na empresa de telefonia. O balanço de 2017 da Sercomtel mostra passivos de curto prazo de mais de R$ 66 milhões. No longo prazo, a situação é ainda pior, a dívida ultrapassa R$ 160 milhões. Com impostos atrasados e ações na justiça, a dívida total da telefônica londrinense é de aproximadamente R$ 230 milhões.

A divulgação da ata do Conselho de Administração da Copel teve repercussão imediata na cidade. Para o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Antônio Sampaio, com a possibilidade cada vez mais remota da Sercomtel receber recursos para sair da crise financeira, a única opção seria mesmo a privatização. Mas, ele defende que alguns cuidados sejam tomados para preservar, principalmente, os empregos e a sede da companhia aqui na cidade.

Na Câmara Municipal o assunto também repercutiu entre os vereadores. Na sessão desta terça-feira o tema foi levado ao Plenário da Casa pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Tominaga.

O vereador se mostrou preocupado com a situação e seus possíveis prejuízos para a cidade.  Ele afirma que ficou surpreso com a notícia e disse que ainda tem esperança de que a Copel injete recursos na Sercomtel, mas preferiu não falar em privatização nesse momento. 

O vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, vereador Felipe Prochet, afirma que já esperava pela notícia e também se disse preocupado com a proximidade do fim do prazo dado pela Anatel e a falta de uma solução para a Sercomtel.

Veja também
17/01/2019
Entidades comemoram redução de taxas do Detran e dizem que valores altos cobrados no Paraná impactavam nas vendas do setor
O chamado Registro Eletrônico de Financiamento de Veículos custava R$ 350 aqui no estado, enquanto em São Paulo o valor cobrado no ano passado era de pouco mais de R$ 116.
17/01/2019
Presidente da Sercomtel afirma que não há garantia de aporte de recursos pela Copel
Cláudio Tedeschi diz que possibilidade mais concreta é de um repasse da Prefeitura, de cerca de R$ 30 milhões, como pagamento de uma dívida com a operadora. Plano de Recuperação da empresa, segundo presidente, segue sujeito a alterações.
17/01/2019
Comissão Processante notifica Justiça sobre “sumiço” do prefeito de Rolândia e pede para que ele seja preso
Na avaliação da CP, Luiz Francisconi estaria fora da cidade há mais de oito dias e, assim, teria descumprido medidas cautelares estabelecidas em ação criminal. Prefeito, que está afastado das funções, é investigado por suposta participação em esquema de c
17/01/2019
Sanepar vai fazer estudo hidráulico pra evitar com que tubulações voltem a se romper no centro de Londrina
Trabalhos de prevenção são reflexo de acidente que deixou 25 mil imóveis da região sem água na quarta-feira. Sistema também deve receber uma proteção, de acordo com a companhia.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.