Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 09/09/2019 às 19:52:00
Comando Sindical Docente reforça rejeição à Lei Geral das Universidades e Conselho Universitário da UEL pede mais tempo para debater a proposta
A lei está prevista para ser apresentada e votada na Alep apenas no ano que vem, mas as universidades estaduais tinham prazo para apresentar suas propostas até ontem.
Comando Sindical Docente reforça rejeição à Lei Geral das Universidades e Conselho Universitário da UEL pede mais tempo para debater a proposta

Desde o primeiro semestre desse ano as universidades estaduais estão debatendo a proposta do governo do estado sobre a Lei Geral das Universidades – LGU.

A proposta tende a unificar as demandas econômicas das quatro instituições: Universidade Estadual do Paraná – Unespar, Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioste, Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG e Universidade Estadual de Londrina – UEL.

Ontem, segunda-feira, as universidades tinham que enviar por meio dos Conselhos Universitários as possíveis propostas de modificação do projeto que foram debatidas ao longo dos últimos meses.

A UEL foi a primeira entregar e o Conselho Universitário pediu mais prazo para elaboração das propostas e avaliação do projeto.

De acordo com o Comando Sindical Docente, representado pelos sindicatos das quatro universidades, a rejeição à LGU permanece.

Para o presidente do Sindicato dos professores da UEL – Sindiprol/Aduel, Ronaldo Gaspar, o projeto poderá destruir por completo a autonomia das universidades alcançadas durante anos.

De acordo com o coordenador de ensino superior da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia – SETI e coordenador da equipe de elaboração da LGU, Michel Samaha, o projeto tende a unificar parâmetros de custos para as instituições e será formada a terceira versão do projeto desde que foi proposto, considerando as propostas das universidades. A intenção é que o formato esteja pronto ainda no fim de setembro.

Ao longo da noite desta segunda-feira as outras universidades entregariam as propostas.

Veja também
01/11/2019
Período da Piracema começa nesta sexta-feira
Durante quatro meses, é proibido pescar nos rios do Paraná.
01/11/2019
PM cumpre ordem de reintegração de posse da fazenda Palheta em Alvorada do Sul
Os integrantes do MST ocupavam a área desde 2010.
31/10/2019
Garoto de 15 anos suspeito de ter matado a própria mãe e depois tentado matar o padrasto a facadas diz não se lembrar do que fez
Ele foi pego pela polícia perto da escola e na mochila foram encontradas a possível arma do crime e uma máscara de “Dia das Bruxas”.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.