Londrina - AO VIVO
Manhã da Globo:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 06/12/2017 às 18:17:00
Cohab abre edital para financiamento de imóveis do programa Minha Casa Minha Vida
Podem participar, famílias com renda mensal de até R$ 2.600 e que estejam na lista de espera por uma moradia popular.
Cohab abre edital para financiamento de imóveis do programa Minha Casa Minha Vida

A Cohab abriu um edital de convocação para a atualização cadastral e manifestação de interesse em empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida, com recursos do FGTS. O edital traz todas as informações sobre a convocação e a documentação necessária para participar. Serão disponibilizados imóveis em dois empreendimentos na Gleba Jacutinga, região norte, com valor de R$ 100 mil, totalizando 128 apartamentos. O presidente da Cohab, Marcelo Cortez explica que podem participar, famílias com renda mensal de até R$ 2.600,00 com parcelas iniciais de cerca de R$ 420 reais, dependendo da renda. Mais informações, no site da prefeitura de Londrina.

As pessoas devem comparecer a sede da instituição até 31 de janeiro. A documentação obrigatória, constante no edital, deve ser entregue na íntegra, depois do recebimento do protocolo. A sede da Cohab fica na rua Pernambuco, 1002, no centro da cidade. O atendimento é das 8h30 às 17h30. 

Veja também
21/02/2018
Câmara quer reunião com entidades para discutir revogação de plebiscito da Sercomtel
Leis aprovadas na década de 90 e em 2009 estabelecem consulta popular para decisões que envolvam situação financeira da telefonia
21/02/2018
CMTU modifica vias do Parque Guanabara para aliviar o trânsito na Avenida Higienópolis
Os trabalhos envolvem mudança de sentido em duas ruas e proíbe conversões à esquerda de outras duas pistas.
21/02/2018
Vereadores afastados ganham mais tempo para contestar pedido de cassação na Câmara Municipal
Defesas de Mário Takahashi e Rony Alves têm até março para responder acusações de Filipe Barros, que quer revogação dos mandatos.
21/02/2018
Justiça bloqueia bens de servidor que teria superfaturado contratos da Santa Casa de Cambé
Segundo o Ministério Público, irregularidades teriam acontecido entre 2004 e 2012. Acusado tem duas semanas para apresentar defesa.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.