Londrina - AO VIVO
A Hora é Agora:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 16/04/2018 às 00:30:00
CMTU reconhece falta de equipamento para sincronizar os semáforos, mas busca alternativas para aplicar o sistema “Onda Verde”
A intenção é dar mais fluidez no trânsito principalmente na área central.
CMTU reconhece falta de equipamento para sincronizar os semáforos, mas busca alternativas para aplicar o sistema “Onda Verde”

A Companhia Municipal de Trânsito de Urbanização – CMTU dá os primeiros passos para implantar uma central de monitoração, que possibilita o acompanhamento e o controle remoto, em tempo real, do funcionamento dos semáforos.

A intenção é dar mais fluidez ao trânsito com o sistema “Onda Verde”, o tempo dos semáforos vão ser alterados de acordo com o trânsito.

O diretor de Trânsito da CMTU, Hemerson Pacheco, reconhece que falta um equipamento para o sistema ser aplicado de forma permanente na cidade. Mas a intenção, com a implantação da central, é que esse sistema seja efetivo.

No total a cidade tem mais de 250 semáforos e uma frota superior a 360 mil veículos. A intenção é implantar o sistema de “semáforos inteligentes” na área central e principais vias de Londrina.

O projeto ainda está em fase de implantação e testes internos, a CMTU não soube informar quando o sistema estará funcionando na cidade.

Veja também
20/04/2018
Comissão Processante que vai investigar Takahashi e Rony Alves é instalada na Câmara de Vereadores
Segundo presidente da CP, vereadores afastados devem ser notificados do início dos trabalhos da Comissão já na próxima semana.
20/04/2018
Pedido de emissão de Certificado Internacional de Vacinação agora precisa ser agendado pela internet
Antes a procura era espontânea, o que sobrecarregava a secretaria de saúde.
19/04/2018
Diretor do Hospital Zona Norte promete melhorias em infraestrutura do Hospital ainda nesse semestre, mas admite problemas de superlotação por ser unidade pública
Tomógrafo parado desde o ano passado terá funcionário contratado para operar o equipamento no mês que vem.
19/04/2018
Observatório de Gestão Pública questiona valores de serviços previstos na pavimentação da estrada de Guairacá
Outro ponto levantado pelos técnicos do Observatório é a inclusão da drenagem, que elevou o preço da obra em cerca de R$ 1,3 milhão.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.