Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/07/2018 às 17:53:00
CMTU espera que mais de 100 donos de vans licenciados para transporte escolar façam a vistoria até o final do mês
O transportador que não passar pela inspeção poderá perder o alvará de licença, além de pagar multa se for pego rodando na cidade.
CMTU espera que mais de 100 donos de vans licenciados para transporte escolar façam a vistoria até o final do mês

Começou no dia 2 de julho e segue até o próximo dia 31, a vistoria em vans escolares licenciadas para atuarem em Londrina.

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU tem mais de 100 veículos licenciados para esse fim, e espera que a inspeção seja realizada em todas dentro do prazo.

De acordo com o coordenador de transportes comerciais da CMTU, José Carlos da Silva, uma novidade foi acrescentada, os donos das vans agora podem trafegar com veículos com até 15 anos de uso, antes o limite era 10 anos.

Durante a inspeção são verificados itens básicos e fundamentais para a segurança das crianças, entre eles, cintos de segurança, pneus, extintores de incêndio, limpadores de para-brisa, faróis, setas e outros. As taxas cobradas somadas dão R$ 302,88.

A vistoria ocorre duas vezes ao ano.

O transportador que for pego sem o alvará de licença renovado poderá perder o direito de atuar em Londrina e pagará multa. A multa varia de R$ 195,23 a R$ 1.026,37.

Os pais devem ficar atentos se a van que contratou para o filho ir para a escola está legalizada.

As vistorias ocorrem às terças e quintas no Terminal Rodoviário de Londrina, e precisam ser agendadas antes da visita, outras informações pelos telefones 3379-7966 ou 3379-7973.

Veja também
23/04/2019
Prefeitura ainda terá que abrir processo licitatório fechar a cratera no conjunto Neymann Sahyun
A intenção no início do ano era contratar emergencialmente uma empresa para tapar o buraco, mas a obra é maior do que o esperado e será preciso licitar.
23/04/2019
Projeto que altera cálculos de horas extras de servidores vai ser melhor discutido
A proposta que altera o Estatuto do Servidor Municipal foi questionada pelo Sindicato da categoria.
23/04/2019
Parceria com UEL vai formar Núcleo de Apoio Técnico ao Poder Judiciário
A intenção é que os trabalhos iniciem em dois meses e deve agilizar sentenças de solicitações a medicamentos que não estão disponíveis no SUS.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.