Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/07/2018 às 17:58:00
Celulares de suspeitos de jogar mulher do 4º andar de prédio em Londrina vão passar por perícia
Aparelho da vítima, que morreu na queda, também vai ser analisado. Delegacia da Mulher, que trata caso como feminicídio, pretende concluir inquérito ainda esta semana.
Celulares de suspeitos de jogar mulher do 4º andar de prédio em Londrina vão passar por perícia

A juíza da 6ª Vara Criminal de Londrina, Zilda Romero, autorizou a perícia nos celulares de três dos quatro acusados de matar Olga Aparecida dos Santos, que faleceu após cair do 4º andar de um prédio localizado na rua Mato Grosso, no centro de Londrina, no último dia 24. O aparelho da vítima também vai ser analisado, segundo a decisão judicial. A determinação atende um pedido da Delegacia da Mulher, que investiga o caso e pretende finalizar o inquérito até o final desta semana.

Vão passar por perícia os celulares do marido de Olga, Luiz Reis Garcia, da irmã, Antônia Helena Garcia, e do sobrinho dele, Cleverton Garcia. O irmão de Luiz também é suspeito, mas não teria aparelho celular, segundo as investigações.

Segundo a decisão judicial, vão ser analisados históricos de chamadas, mensagens SMS e de outros aplicativos, como o WhatsApp e o Messenger, além de vídeos e fotografias.

Segundo a polícia, a perícia pode ajudar a esclarecer ou desmentir pontos repassados pelos próprios suspeitos durante audiência de custódia, de que Olga teria caído da janela durante uma briga com o marido, e que ele teria ligado para os parentes na noite em que tudo aconteceu pedindo para que fossem ao apartamento tentar acalmar a situação. De acordo com a defesa dos acusados, tudo não passou de uma fatalidade.

A polícia, entretanto, acredita que Olga foi jogada do apartamento pelos suspeitos, o que configuraria um feminicídio.

Laudos recebidos na semana passada pela delegada da Mulher, Geanne Timótheo, comprovam que a mulher teria sido ferida antes de cair ou ser jogada do prédio.

A delegada e a promotora Susana de Lacerda, que também investiga o crime, passaram a tarde toda em reunião e não deram retorno aos pedidos de entrevista feitos pela reportagem. A expectativa é de que o inquérito do caso seja finalizado ainda esta semana, com o oferecimento de denúncia contra os suspeitos à Justiça.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.