Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 08/02/2018 às 19:15:00
Câmara quer explicações sobre a falta de regularização do condomínio do prefeito de Londrina
No centro das atenções do Ministério Público, Marcelo Belinati teria pagado um IPTU bem menor do que outras regiões da cidade.
Câmara quer explicações sobre a falta de regularização do condomínio do prefeito de Londrina

Os vereadores aprovaram durante a sessão desta quinta-feira um pedido de informações sobre a suposta falta de regularização de condomínios residenciais, inclusive onde mora o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati. A medida foi tomada depois que o Ministério Público indicou possíveis irregularidades do valor avaliado do IPTU da casa de Belinati do que realmente foi lançado. Segundo os promotores, o gestor pagou R$ 200 pelo metro quadrado, enquanto a verificação foi de R$ 500 pelo mesmo tamanho.

As explicações foram solicitadas pela Mesa Executiva da Casa. O reajuste da Planta Genérica de Valores foi aprovado em setembro pelo Legislativo. No início do ano, com a chegada dos carnês, a população reclamou da modificação, alegando que ela é exorbitante. Muitos contribuintes recorreram à Justiça para anular a cobrança. O caso movimentou até dois deputados estaduais, que entraram com ações no Tribunal de Justiça para invalidar a mudança.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Ailton Nantes, do PP, não houve falta de cuidado na hora de analisar o projeto do Executivo.

O pepista afirmou que os vereadores apenas tiveram acesso aos anexos da proposta que está disponível no site da Câmara.

A prefeitura tem 15 dias para responder os questionamentos da Câmara. O prazo pode ser prorrogado pelo mesmo período se houver necessidade. 

Veja também
16/08/2018
Sem a liberação do uso do glifosato, como herbicida, produtores do Paraná devem sentir perdas exorbitantes na safra 2018/2019
A justiça determinou a suspensão temporária do agroquímico em todo o País e causou espanto no setor do agronegócio.
16/08/2018
Polícia faz blitz em ônibus em que passageiros não pagavam o transporte e ainda ameaçavam motoristas
20 pessoas foram levadas para a delegacia entre elas 12 adolescentes.
16/08/2018
Campanha estadual alerta sobre descarte correto de medicamentos vencidos ou fora de uso
Mobilização vai durar dois meses e envolve consumidores, donos de farmácias e indústria. Serão 250 pontos de coleta em 92 cidades do estado.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.