Londrina - AO VIVO
Manhã da Globo:
Julio Cesar
Ouvir
Publicado em 12/02/2018 às 17:46:00
Câmara promete pedir informações sobre recape asfáltico para a prefeitura mensalmente
A iniciativa foi motivada pela negativa da Secretaria de Obras de disponibilizar essas informações online para a população.
Câmara promete pedir informações sobre recape asfáltico para a prefeitura mensalmente

O executivo alegou que não tem condições de disponibilizar o cronograma de recape asfáltico de Londrina no site da prefeitura, como propunha o projeto de lei de autoria do vereador Felipe Barros. A proposta havia passado por comissões temáticas da Casa no ano passado, mas agora foi rejeitada pela prefeitura.

Diante da negativa, o vereador afirma que emitir um ofício mensal pedindo as informações à Secretaria. O objetivo é saber como está sendo planejada a recuperação asfáltica e como está sendo investido o dinheiro municipal neste setor. 

Barros destaca que são várias as reclamações de buracos nas ruas de Londrina. Por isso, a necessidade da população saber qual é a previsão de reparo na via onde mora.

De acordo com o Secretário Municipal de Obras, João Verçosa, o município não tem datas determinadas para começar os projetos de recape das ruas, porque depende de dinheiro estadual, por meio de um convênio com o Paraná Cidade. Atualmente, segundo ele, Londrina está apenas com o serviço de tapa buracos. 

Veja também
21/02/2018
Câmara quer reunião com entidades para discutir revogação de plebiscito da Sercomtel
Leis aprovadas na década de 90 e em 2009 estabelecem consulta popular para decisões que envolvam situação financeira da telefonia
21/02/2018
CMTU modifica vias do Parque Guanabara para aliviar o trânsito na Avenida Higienópolis
Os trabalhos envolvem mudança de sentido em duas ruas e proíbe conversões à esquerda de outras duas pistas.
21/02/2018
Vereadores afastados ganham mais tempo para contestar pedido de cassação na Câmara Municipal
Defesas de Mário Takahashi e Rony Alves têm até março para responder acusações de Filipe Barros, que quer revogação dos mandatos.
21/02/2018
Justiça bloqueia bens de servidor que teria superfaturado contratos da Santa Casa de Cambé
Segundo o Ministério Público, irregularidades teriam acontecido entre 2004 e 2012. Acusado tem duas semanas para apresentar defesa.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.