Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/06/2018 às 16:51:00
Caapsml faz aditivo em contrato para reforçar marquise da entrada principal
A estrutura está escorada por madeiras e terá que ser refeita para garantir a segurança de quem entra no prédio, que está sendo reformado desde o ano passado.
Caapsml faz aditivo em contrato para reforçar marquise da entrada principal

A Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina (Caapsml) vai fazer um aditivo ao contrato com a empresa responsável pela reforma do prédio. O superintendente Marco Antonio Bacarin explica que durante as obras foi identificado um problema na marquise da porta de entrada. Como esse reparo não estava previsto no projeto inicial, teve que ser acrescentado um pedido de reforço da estrutura. Há semanas, a marquise está escorada por madeiras.

Fora o imprevisto da marquise, o superintendente acredita que o restante da obra termina no tempo previsto, que é final deste mês. A reforma inclui a implantação do sistema de ar condicionado, a troca de todo o telhado, além de janelas, pisos e outros serviços.

As obras, que começaram em junho do ano passado, também prevêem melhorias na acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e será custeada com recursos próprios da Caapsml. O investimento é de quase R$ 5 milhões e 700 mil.

A Caaspml foi criada em 1956 e é responsável pela administração do plano de previdência e do plano de saúde dos servidores públicos municipais, que atende atualmente, entre titulares e dependentes, cerca de 12 mil pessoas.

Veja também
16/08/2018
Sem a liberação do uso do glifosato, como herbicida, produtores do Paraná devem sentir perdas exorbitantes na safra 2018/2019
A justiça determinou a suspensão temporária do agroquímico em todo o País e causou espanto no setor do agronegócio.
16/08/2018
Polícia faz blitz em ônibus em que passageiros não pagavam o transporte e ainda ameaçavam motoristas
20 pessoas foram levadas para a delegacia entre elas 12 adolescentes.
16/08/2018
Campanha estadual alerta sobre descarte correto de medicamentos vencidos ou fora de uso
Mobilização vai durar dois meses e envolve consumidores, donos de farmácias e indústria. Serão 250 pontos de coleta em 92 cidades do estado.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.