Londrina - AO VIVO
Momento de Fé:
Padre Marcelo Rossi
Ouvir
Publicado em 11/06/2018 às 16:50:00
Caapsml aprova aposentadoria do servidor Ossamu Kaminagakura, investigado na operação ZR3
Mas, como ele está prestes a perder o cargo público, em decorrência de uma investigação interna da prefeitura, o pedido ainda não foi homologado.

O servidor público Ossamu Kaminagakura teve o pedido de aposentadoria aceito pela Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina (Caapsml). O superintendente Marco Antonio Bacarin explica que a solicitação foi feita no início de abril, quando ele ainda estava preso e atendeu a todas as exigências previstas pela previdência municipal.

Mas, a aposentadoria ainda não foi concedida ao servidor, porque depende de uma decisão da procuradoria jurídica do município. Kaminagakura está prestes a perder o cargo público na prefeitura, devido a uma decisão da Corregedoria Municipal. A punição é decorrente de irregularidades administrativas cometidas por ele. Ou seja, isso interfere diretamente no processo da aposentadoria.

Ossamu Kaminagakura é funcionário de carreira desde 1993. Mas, já havia trabalhado em outros empregos antes da prefeitura. Somou tudo e agora, tem direito a se aposentar com o valor integral do salário, ou seja, pouco mais de R$ 11 mil.

Ele foi solto na semana passada, depois de três meses preso pelos crimes de corrupção e organização criminosa. Ossamu está sendo monitorado por tornozeleira eletrônica e é alvo da operação ZR3, que investiga um esquema criminoso de corrupção envolvendo vereadores, servidores e empresários na alteração de zoneamentos na cidade.

Enquanto não sai a decisão da procuradoria jurídica e do prefeito Marcelo Belinati quanto ao futuro profissional do servidor, ele continua afastado do cargo e recebendo o salário como funcionário ativo.

Veja também
22/10/2018
Verão vai ser de chuva acima da média e temporais ainda mais intensos que os da semana passada, por causa do “El Niño”
Especialista diz que é cada vez mais difícil prever a intensidade das chamadas tempestades de verão e atribui boa parte do problema à derrubada das florestas do estado.
22/10/2018
Investigação de morte de servidora do HU de Londrina ainda é tratada em sigilo
Lucélia Pires Ferreira de 56 anos foi encontrada morta na represa Capivara, no início desse mês, um dia depois de ter sido dada como desaparecida pela família.
22/10/2018
Prefeitura faz leilão de bens nesta terça-feira
Expectativa é arrecadar mais de R$ 400 mil com os 143 lotes, que têm desde caminhões até sucatas de equipamentos como motores e bombas.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.