Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 07/08/2018 às 17:19:00
Banheiros da Praça da Bandeira são reativados pela CMTU após quatro anos
Locais passaram por reforma geral e, agora, vão ser monitorados de perto por uma empresa terceirizada, que também vai ficar responsável pela limpeza.
Banheiros da Praça da Bandeira são reativados pela CMTU após quatro anos

Quem passou pelo calçadão de Londrina nesta terça-feira percebeu algo de diferente na Praça da Bandeira, em frente à Catedral. Os dois banheiros públicos, que estavam desativados há quatro anos, foram finalmente reativados pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização. Os espaços precisaram passar por uma reforma geral e, agora, vão ser acompanhados de perto por um funcionário da empresa Conservlimp, que venceu licitação pra continuar à frente do serviço de varrição e lavagem dos espaços e mobiliários urbanos. Segundo o presidente da CMTU, Marcelo Cortez, a terceirizada também vai fazer a limpeza diária dos banheiros, que, no passado, foram fechados justamente por conta da sujeira e dos atos de vandalismo.

Ainda de acordo com o presidente da CMTU, a reativação dos banheiros vem pra atender pedido antigo dos frequentadores do centro, que sempre reclamaram da ausência de sanitários em todo o calçadão. Cortez destacou também que, agora, a companhia quer levar a revitalização para outras praças da área central.

Veja também
23/04/2019
Prefeitura ainda terá que abrir processo licitatório fechar a cratera no conjunto Neymann Sahyun
A intenção no início do ano era contratar emergencialmente uma empresa para tapar o buraco, mas a obra é maior do que o esperado e será preciso licitar.
23/04/2019
Projeto que altera cálculos de horas extras de servidores vai ser melhor discutido
A proposta que altera o Estatuto do Servidor Municipal foi questionada pelo Sindicato da categoria.
23/04/2019
Parceria com UEL vai formar Núcleo de Apoio Técnico ao Poder Judiciário
A intenção é que os trabalhos iniciem em dois meses e deve agilizar sentenças de solicitações a medicamentos que não estão disponíveis no SUS.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.