Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/09/2019 às 18:57:00
Arquidiocese de Campo Mourão se manifesta sobre padre de Cambé que estaria ameaçando garota com quem se relacionou por 5 anos
O Padre Izaías da Conceição estava atuando em uma igreja em Cambé, há suspeita de que ele tenha sido transferido por causa dos problemas com a moça.
Arquidiocese de Campo Mourão se manifesta sobre padre de Cambé que estaria ameaçando garota com quem se relacionou por 5 anos

Uma garota de 20 anos de idade e o irmão estiveram em Londrina nesta semana denunciando as ameaças do Padre Izaías da Conceição.

A denuncia seria de que o padre com quem a garota mantinha relação amorosa há cinco anos não aceitava o fim do namoro e a estaria ameaçando.

A arquidiocese de Campo Mourão, ao qual o padre responde, apesar de ele viver em Cambé, já se manifestou, alegando tomar as devidas providências.

De acordo com o delegado de Cambé, Roberto Fernandes Lima, a garota foi ameaçada pelo padre por mensagens de whatsaap enquanto fazia a denuncia na delegacia.

A prisão foi feita como um flagrante, no mesmo momento das ameaças.

De acordo com o depoimento da garota, ela moradora de Campina da Lagoa, estava com uma situação fragilizada aos 15 anos de idade e precisava de um atendimento psicológico. Foi indicada por amigos e familiares a buscar ajuda com o padre que também é psicólogo e havia recém chegado na comunidade.

Desde então, ela fragilizada foi seduzida e passou a ter uma relação amorosa com o mesmo.

Ao longo dos últimos 5 anos ela tentou se afastar e terminar a relação que era sigilosa, mas o padre a ameaçava com fotos íntimas dela que seriam expostas nas redes sociais, na última vez em que ela terminou com o padre, começou a namorar, mas o padre não parava de ameaça lá, por isso resolveu vir com o irmão fazer a denuncia em Londrina.

O padre ficou preso por uma noite, foi solto depois de pagar fiança de R$ 1,5 mil.

Quando interrogado ele usou o direito de permanecer calado e afirmou que só vai responder em juízo.

Há suspeita de que o padre tenha sido transferido de Campina da Lagoa para Cambé, por causa do caso e dos problemas envolvendo a garota.

Acompanhe um trecho da nota, enviada à nossa reportagem, pela Mitra Diocesana de Campo Mourão:

“(...) o assunto já está sendo conduzido pelo departamento responsável, onde estão sendo tomadas as devidas providências, tendo em vista tratar-se de uma denúncia (...). Assim para que não seja exposto qualquer pessoa envolvida, todos os cuidados estão sendo tomados, mesmo porque trata-se ainda de uma apuração de um fato delituoso, ainda não conclusivo.”

Apesar de ter sido solto, o padre continua sendo investigado e será acusado de crime contra a mulher, violência doméstica e constrangimento ilegal. Nossa reportagem não conseguiu contato com o padre.

Veja também
16/09/2019
Princípio de tumulto em delegacia de Ibiporã faz delegado manter alerta
No fim do mês passado mais de 40 detentos conseguiram fugir. A cadeia está hoje com 160 presos e tem capacidade para apenas 35.
16/09/2019
Operação conjunta faz pente fino em empresas de aviação agrícola do Norte Pioneiro
Foram vistoriados pátios de descontaminação, oficinas e até pistas de pouso e decolagem. Dos 20 aviões fiscalizados, 12 tiveram as atividades suspensas, 3 foram interditados e 1 foi apreendido.
16/09/2019
Professores aprovados em concurso querem saber se serão convocados para trabalhar nas cinco creches do Município que estão sendo construídas
Com promessa de entrega das unidades agora no segundo semestre e funcionamento já a partir de 2020, eles dizem que falta de informações vem trazendo insegurança para os profissionais.
16/09/2019
Proposta que altera marco regulatório do saneamento básico no país é discutido em reunião pública na OAB
Especialista diz que principal mudança em discussão no projeto de Lei é o estímulo à privatização do setor.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.