Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 10/07/2018 às 18:25:00
Após onda de furtos, Hospital do Câncer reforça segurança de cofrinhos em estabelecimentos
Compartimentos vão passar a ficar presos por corrente de aço aos caixas e grades dos comércios. Instituição também está atrás de dinheiro pra reparar prejuízo de incêndio, calculado em 300 mil reais.
Após onda de furtos, Hospital do Câncer reforça segurança de cofrinhos em estabelecimentos

Nem os cofrinhos do Hospital do Câncer de Londrina estão sendo perdoados pelos ladrões. Nos últimos dias, pelo menos três compartimentos, que ficam espalhados pelos estabelecimentos de toda a região à espera de doações para a instituição, foram levados pelos criminosos. Em dois dos casos, a ação foi flagrada por câmeras de segurança. As mulheres chegam e se aproveitam da distração dos funcionários pra fugirem levando os cofres. A onda de furtos fez o hospital agir, e melhorar a segurança dos compartimentos, que vão passar a ficar presos por correntes de aço aos caixas e grades dos comércios. Uma iniciativa que beira o absurdo, mas que foi necessária dada as circunstâncias. Quem explica é o gerente de Marketing do hospital, Fábio Maneiro.

O hospital também pretende aumentar o número de cofrinhos no comércio em resposta aos atos criminosos. Mais de três mil deles vão ser distribuídos por integrantes do Tiro de Guerra no mês que vem. Este foi o jeito encontrado pra mostrar aos ladrões como as doações feitas por meio dos cofres são importantes para a renda da instituição, que sobrevive justamente graças à ajuda da comunidade.

O incêndio que atingiu uma das alas do Hospital do Câncer também preocupa a direção. O prejuízo causado pelas chamas chega a 300 mil reais. O gerente garante que boa parte das despesas vão ser cobertas pelo seguro, apesar de admitir que alguns mobiliários vão ter que ser comprados pela própria instituição.

Veja também
16/07/2018
Prefeitura quer ofertar R$ 3 milhões em compras para pequenas empresas de Londrina e região
O objetivo é fazer com que licitações, que preveem aquisições de produtos para as áreas da saúde e educação, sejam disputadas por fornecedores locais, o que faria o dinheiro investido ficar na cidade.
16/07/2018
Após “bronca” do Gaeco e ação por improbidade, Comissão Processante da ZR3 volta a se reunir em dia decisivo
CP que investiga vereadores acusados de corrupção pretende passar toda esta segunda-feira ouvindo testemunhas convocadas pela defesa dos investigados. Parlamentares também devem ser interrogados.
16/07/2018
Advogados de acusados de jogarem mulher de 4º andar de prédio acreditam numa reviravolta do caso
Novos laudos confirmam que ferimentos encontrados na barriga da vítima não foram causados por um objeto cortante, o que vai na contramão do que apostava a polícia. Conclusão do inquérito deve sair nos próximos dias.
16/07/2018
Sobram vagas em abrigos noturnos de Londrina
Operação Noite Fria tem mais de 200 vagas por noite, mas poucos moradores de rua aceitam a abordagem social e preferem o relento por causa do uso de entorpecentes.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.