Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 04/12/2018 às 19:28:00
Aplicativo será utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado para avaliação de escolas públicas
A ferramenta possibilita a elaboração de um diagnóstico e acompanhamento da situação escolar nos municípios.
Aplicativo será utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado para avaliação de escolas públicas

O Tribunal de Contas do Paraná já está em teste com o uso de um aplicativo para avaliação de escolas públicas.

O “Na Ponta do Lápis”, desenvolvido pelo TCE de Minas, foi aprovado para utilização no estado.

De acordo com o analista de controle do TCE Paraná, Eduardo Schonner, com a ferramenta é possível a elaboração de diagnóstico da situação escolar e a participação direta do cidadão quanto à fiscalização da educação pública.

O aplicativo possibilita ainda a gestão por parte de diretores e secretários municipais.

A intenção é que o aplicativo comece a ser utilizado nas escolas públicas do estado em fevereiro do ano que vem.

Eduardo ressalta que a intenção é oferecer para a sociedade ferramentas que possam melhorar a qualidade de ensino e aproximar o cidadão dos gestores.

O cidadão poderá opinar sobre a qualidade do serviço prestado pelas escolas públicas. Como estrutura física, segurança, materiais didáticos e metodologia de ensino.

Veja também
10/12/2018
Pesquisa mostra que paranaenses podem terminar 2018 menos endividados
E o índice de inadimplência caiu no estado no mês passado.
10/12/2018
Morador volta a cobrar rede de esgoto em bairro da região oeste de Londrina
Ele alega que as fossas enchem rapidamente porque não podem ser tão profundas, no local o solo é rochoso.
10/12/2018
Zona Azul cogita operar por meio de aplicativos e os pagamentos poderão ser feitos com cartão de crédito
Hoje o usuário das vagas de estacionamento em diversos pontos de Londrina pode pagar somente em dinheiro e por hora.
10/12/2018
Servidores públicos de Bandeirantes denunciados por peculato e associação criminosa são presos
A justiça determinou a prisão preventiva de quatro servidores que já estavam afastados das atividades.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.