Londrina - AO VIVO
:
Ouvir
Publicado em 11/02/2019 às 06:38:00
38 casos de Febre Amarela são investigados no Paraná
Apesar dos casos registrados na região de Curitiba, em Londrina não há indícios da doença. Mas, secretaria municipal de saúde alerta para importância de manter a vacinação em dia.
38 casos de Febre Amarela são investigados no Paraná

O último boletim da Secretaria de Estado de Saúde confirmou mais dois casos de febre amarela no Paraná. Os pacientes com a doença são de Adrianópolis, município da RMC (Região Metropolitana de Curitiba). Isto é, fica na cidade que faz divisa com o Estado de São Paulo onde há surto da doença. Ainda segundo o boletim, são 38 casos investigados no Paraná.

Segundo a diretora de vigilância em saúde da secretária municipal de saúde de Londrina, Sônia Fernandes, não há casos suspeitos na cidade. Mas, há um alerta principalmente para quem está se deslocando para o litoral do Paraná e para estados em situação crítica.  A orientação é buscar a vacinação que está no calendário a partir das crianças acima de nove meses. 

Apesar da situação tranqüila, a equipe de saúde mantém vigilância com a Secretaria de Meio Ambiente para monitorar os macacos que também podem ser alvos da febre amarela, apesar de não transmitirem aos humanos.

A secretaria de saúde orienta a todos os usuários que não estão com a vacina contra a doença em dia que procure qualquer unidade de saúde.

Veja também
17/06/2019
Pronto Atendimento Infantil deve mudar para o antigo Hospital Ortopédico em julho
A mudança vai ocorrer para a reconstrução da unidade que está sem condições de uso, até ratos foram flagrados no local.
17/06/2019
Trecho da PR-445 será interditado para detonação de rocha na terça-feira
A pista que dá acesso ao Distrito Warta será bloqueada a partir da 1h da tarde até às 6h da noite.
17/06/2019
Decreto é publicado e Corpo de Bombeiros já pode utilizar recursos do Funrebom
Repasse de R$ 1,5 milhão foi autorizado no fim de maio com aprovação de projeto pela Câmara de Vereadores.
17/06/2019
E teve mais um “Dia D” de vacinação contra a gripe no sábado. Dessa vez sem filas, nem reclamação
Secretário de Saúde afirma que aumento do número de servidores e infraestrutura da Super Creche agilizaram mutirão.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.